Endurance: Senna começa na frente na decisão do título

Foi um início de decisão mais do que animador. Líderes da classe LMP2, Bruno Senna e Julian Canal, que dividem o Oreca 07-Gibson de número 31 com Nicolas Prost, dominaram os treinos livres que abriram nesta quinta-feira a programação das 6 Horas do Bahrein, 9ª e última etapa do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC. O carro do trio, conduzido por Senna, estabeleceu o tempo de 1:47.664 na segunda sessão de 90 minutos, superando em pouco mais de cinco décimos o perseguidor mais próximo, o outro time da Rebellion Racing formado por Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier Hansson. E bateu por quase um segundo e meio os únicos rivais na luta pelo título, a equipe da Jackie Chan DC Racing integrada por Ho-Pin Tung, Oliver Jarvis e Thomas Laurent.

A temporada do Mundial de Endurance chega ao final sábado no circuito de Sakhir em meio a um cenário de grande equilíbrio entre o time capitaneado por Senna, que soma 161 pontos, e o do mantido pelo astro chinês de filmes de ação Jackie Chan, separado na classificação geral por apenas quatro. O brasileiro e seus parceiros vivem um momento de ascensão e conquistaram as três vitórias na segunda metade do calendário, fulminando uma desvantagem que chegou a 46 pontos. Numa projeção simplificada, Senna, Canal e Prost só precisam chegar imediatamente atrás de Tung, Jarvis e Laurent, desde que estes não vençam a prova.

Senna ficou satisfeito com o balanço dos ensaios, mas admitiu que o programa de testes de cada equipe pode ter variado. “Para ser honesto, a diferença para o carro da Jackie Chan não é a real. Preferimos fazer nossa simulação de classificação hoje porque o terceiro treino, amanhã, será realizado no horário mais quente do dia e temperatura nada terá a ver com a do momento do qualifying. Acho que consegui fazer uma volta boa”, relatou. Por isso, os últimos treinos é que serão usados para avaliação do desgaste dos pneus, especialmente os traseiros – uma preocupação habitual em Sakhir. A impressão inicial, no entanto, foi positiva. “Aparentemente, nossa degradação está bastante aceitável”, disse.

O grid será conhecido depois das sessões classificatórias marcadas para amanhã, a partir do meio-dia (Brasília). De acordo com o regulamento, dois pilotos por equipe andam no carro e o tempo é conhecido pela média da melhor volta de cada um. Regularmente o mais rápido entre os componentes da equipe, Bruno deve responder pelo primeiro turno do qualifying, andando com os pneus novos e cedendo depois o cockpit a Canal. Ausente da das 6 Hotas de Nurburgring por conflito de datas com a Fórmula E, outra categoriza que disputa, Nicolas Prost está fora da briga dos candidatos da LMP2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *