EuroNascar: Mineiros Bruno Junqueira e Felipe Rabello correm na Inglaterra neste final de semana

Depois do kart, os pilotos de Belo Horizonte vão se reencontrar em Brands Hatch na EuroNascar

Pilotos de primeira classe de todo o mundo estão indo participar do segundo evento da temporada 2017 da Nascar Whelen Euro Series, que será realizado no próximo final de semana (10 e 11/6) no autódromo de Brands Hatach, nos arredores de Londres, na Inglaterra. E nesta festa com o calibre de um campeonato do mundo, com a mistura de superstars e talentos do futuro, pelo menos dois pilotos mineiros anunciaram o seu reencontro, desta vez na Europa: Bruno Junqueira e Felipe Rabello.

“Tenho ótimas lembranças de quando viemos com a Indycar para Brands Hatch em 2003. É uma boa pista com uma grande multidão”, disse Junqueira aos ingleses. “Estou ansioso para voltar e dirigir um Nascar pela primeira vez”, admite o piloto de Belo Horizonte.

Três vezes vice-campeão da Fórmula Indy (antiga Champ Car) e pole position das 500 Milhas de Indianapolis, Junqueira estreará com um Camaro SS de 450 hp na divisão Elite 1, mesmo equipamento que Rabello vem usando desde a abertura do campeonato na Elite 2.

“Fui contemporâneo do Bruno (Junqueira) no kart. Disputamos muito nas pistas já. É um prazer enorme estar dividindo a pista com ele novamente, desta vez na Europa e após tanto tempo. Acho que poderei aprender mais ainda e vamos mostrar o valor dos pilotos mineiros”, comenta Felipe Rabello, que estreou em Valência (Espanha) subindo no pódio na quarta posição.

“A expectativa claro que é sempre buscar a vitória. Vai ser um evento muito grande e pretendo aproveitar esta oportunidade para mostrar do que sou capaz. Não conheço o circuito Indy (1,929 km), que tem apenas seis curvas, mas eu e minha equipe vamos dar o nosso melhor para sair daqui com o máximo de pontos possíveis”, espera Felipe, sétimo no campeonato após as duas primeiras etapas.

A pontuação da Nascar Whelen Euro Series Elite 2 após duas etapas está assim: 1) Thomas Ferrando (França), 91 pontos; 2) Ulysse Delsaux (França), 90; 3) Maciej Dreszer (Polônia), 82; 4) Eric de Doncker (Bélgica), 79; 5) Guillaume Dumarey (Bélgica), 78; 6) Justin Kunz (Alemanha), 75; 7) Felipe Rabello (Brasil), 74; 8) Marconi Abreu (Brasil), 71; 9) Paul Guiod (França), 69; 10) Mirco Schultis (Alemanha), 64 pontos.

Visite: http://hometracks.nascar.com/series/whelen-euro-series

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *