European F3 Open: Victor Corrêa não completa corridas em Brands Hatch

Piloto mineiro sofre com uma quebra na primeira corrida e um acidente na segunda e não consegue completar a etapa inglesa do campeonato.

Um final de semana que poderia ser de comemoração acabou se tornando uma desagradável surpresa para o piloto mineiro Victor Corrêa (Unifenas). Correndo pela equipe inglesa West-Tec Racing, a rodada dupla no tradicional circuito de Brands Hatch, na Inglaterra, não saiu como Victor esperava. Na primeira corrida, disputada neste domingo (19/09), o mineiro, que fez a pole-position no dia anterior, sofreu com uma quebra de eixo logo na largada e não conseguiu partir para a 9ª etapa, sendo forçado a abandonar.

“Estava confiante para essa prova e estava concentrado para a largada, mas o motor travou por causa de um eixo quebrado, no diferencial. Aí fiquei parado na pista enquanto os outros partiam. Foi decepcionante”, lamentou Victor.

Para a segunda prova do dia, válida pela 10ª etapa do campeonato, o mineiro teve de largar em último, mas ganhou várias posições nas primeiras voltas e vinha se recuperando na corrida. Quando era o terceiro, após a entrada do safety car na 9ª volta, Victor foi abalroado por trás quando se preparava para a relargada, no 10º giro, e teve de abandonar mais uma vez.

“O piloto que estava atrás de mim já estava errado quando eu o ultrapassei. Ele mudava várias vezes a linha defensiva e isso é contra o regulamento. Depois, quando consegui passá-lo e o safety car entrou, na relargada, na curva antes da entrada da reta, ele não freou e me acertou por trás, tão forte que até passou por cima do meu carro, tem as marcas lá na carenagem. Eu estava mais rápido que os outros dois à minha frente e poderia ter chegado em primeiro quando os carros se juntaram depois do safety car, mas foi uma fatalidade. Graças a Deus não aconteceu nada de grave, mas poderia ter acontecido”, resignou-se o piloto apoiado pela Unifenas.

Ambas as corridas foram vencidas pelo libanês Noel Jammal, que agora é o segundo na classificação, com 60 pontos. O líder ainda é o espanhol Aaron Filgueira, com 66, que chegou em segundo nas duas provas.

A próxima rodada dupla do European F3 Open, a sexta, será disputada no dia 3 de outubro no tradicional circuito de Monza, na Itália, um dos mais velozes do mundo. Único brasileiro na competição, Victor que precisa de muito trabalho para recuperar o tempo perdido e somar pontos na tabela de classificação.

“Infelizmente um fim de semana que poderia ser perfeito, com a equipe correndo em ‘casa’, foi frustrante. Agora é trabalhar bastante para tentar recuperar na próxima etapa. Em Monza vamos focar na potência do motor e no acerto para as longas retas para tentar novamente o primeiro lugar”, analisou o mineiro de Alfenas.

Confira os seis primeiros na classificação da Cup Class do European F3 Open após dez etapas:

1º) Aaron Filgueira (Espanha), 66 pontos;
2º) Noel Jammal (Líbano), 60;
3º) Luis Villalba (Espanha), 45;
4º) Nil Montserrat (Espanha), 38;
5º) Pedro Quesada (Espanha), 27;
6º) Victor Correa (Brasil), 20.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *