Top Race: Fábio Fogaça dá show de ultrapassagens em Buenos Aires

Piloto de Sorocaba, em sua segunda prova internacional com o carro do Corinthians, chega em 17º após largar do fundo do grid na etapa argentina.

O piloto Fábio Fogaça (Corinthians/ Feeder/ S.Y.L. Pastilhas de Freio/ Case/ Beta Ferramentas/ Konrad Caminhões), em sua segunda prova internacional com o Ford Mondeo número 100 do Corinthians deu um show de ultrapassagens e fez sua melhor corrida no ano na pista do autódromo Oscar y Juan Gálvez, em Buenos Aires, na Argentina, válida pela terceira etapa do campeonato 2010/2011 da Top Race V6, uma das principais categorias do automobilismo sul-americano. Fabinho levantou a torcida “hermana” nas arquibancadas com o bom desempenho do carro alvinegro.

“Largando lá atrás é muito mais complicado, mas o carro se comportou excepcionalmente bem. Estou muito satisfeito com o desempenho e a equipe se esforçou muito para me deixar em condições de chegar nesse resultado. Foi a minha melhor corrida no ano, com certeza. Fiz muitas ultrapassagens e lutei até a bandeirada final, consegui me divertir na pista. Saio daqui com um saldo bem positivo pela evolução do carro”, comemorou o sorocabano.

Com a 17ª posição na chamada “Corrida do ano” da categoria, o jovem piloto também deixou seu pai, o ex-piloto da Fórmula Truck Djalma Fogaça, bem contente. Em sua primeira temporada internacional, o atual campeão da Stock Jr. ainda está se adaptando aos carros às pistas de uma das categorias mais difíceis do automobilismo sul-americano, mas conseguiu mostrar seu talento na pista portenha.

“O Fabinho fez uma corridaça, muito boa mesmo. Ele deu show de ultrapassagens, a cada volta ia subindo mais e mais. Pena que largar lá de trás é difícil, tem muita batida, muito toque. Mas foi muito boa a prova dele. Ele ainda precisa evoluir um pouco, mas está no caminho certo. Foi muito bom mesmo”, exaltou o pai, orgulhoso.

A próxima etapa da Top Race, a quarta do calendário 2010/2011, será no dia 17 de outubro no autódromo de La Rioja, na Argentina.

O que é a Top Race

A Top Race V6 é uma das principais categorias do automobilismo sul-americano, ao lado da Stock Car, TC2000 e Turismo Carretera e tem suas 14 provas transmitidas pela TV América. Ela ficou mais em evidência depois que o atual campeão Jose Maria ‘Pechito’ Lopes chegou a ser anunciado como piloto titular da US F1, equipe que cogitou participar do Mundial de Fórmula 1.

Os carros são os modelos Ford Mondeo, Chevrolet Vectra, VW Passat, Mercedes-Benz e Peugeot 407, com chassis tubulares como na Stock Car e motores sorteados Berta 3.0 litros V6, com 350 cavalos de potência. O câmbio Saenz tem cinco marchas à frente mais a ré. As rodas de alumínio são de 18 polegadas, com pneus Pzero, da Pirelli. Os amortecedores são os Penske com dois tipos de regulagem externa.

O calendário de provas da temporada 2010-2011 da Top Race terá 14 etapas, sendo seis delas em 2010. A temporada continuará no ano seguinte e as oito etapas restantes serão anunciadas oportunamente:

17 de Outubro – La Rioja.
21 de Novembro – General Roca, Río Negro.
12 de Dezembro – Paraná, Entre Ríos.

Confira o resultado final da Top Race V6 em Buenos Aires:

1) 86 – Agustín Canapino (Mercedes TRV6), 22 voltas em 39min02s995;
2) 0 – Emiliano Spataro (Passat TRV6), a 1s380;
3) 37 – Jose Maria López (Mondeo TRV6), a 2s030;
4) 111 – Juan Manuel Silva (Mondeo TRV6), a 2s180;
5) 110 – Diego Aventin (Mondeo TRV6), a 5s352;
6) 1 – Guido Falaschi (Mondeo TRV6), a 6s056;
7) 2 – Omar Martínez (Mondeo TRV6), a 6s512;
8) 666 – Gustavo Tadei (Mondeo TRV6), a 6s854;
9) 69 – Sergio Alaux (Passat TRV6), a 7s072;
10) 5 – Marcos Di Palma (Passat TRV6), a 7s260;
11) 68 – Norberto Fontana (Passat TRV6), a 7s993;
12) 16 – Ivo Perabo (Mercedes TRV6), a 8s516;
13) 10 – Nicolás Iglesias (Mondeo TRV6), a 9s005;
14) 91 – José Pedro (h) Passadore (Mondeo TRV6), a 9s923;
15) 36 – Damian Fineschi (Mercedes TRV6), a 9s976;
16) 52 – Gonzalo Perlo (Mondeo TRV6), a 10s010;
17) 100 – Fabio Fogaça (Mondeo TRV6), a 12s440;
18) 87 – Emiliano López (Mondeo TRV6), a 12s700;
19) 25 – Mariano Acebal (Vectra TRV6), a 13s630;
20) 122 – Esteban Piccinin (Mercedes TRV6), a 14s180;
21) 157 – Juan Bautista De Benedictis (Mercedes TRV6), a 20s080;
22) 200 – Edgardo Lavari (Mondeo TRV6), a 21s380;
23) 23 – Julián Falivene (Mercedes TRV6), a 21s750;
24) 17 – Nicolás Cotignola (Mondeo TRV6), a 23s550;
25) 76 – Germán Giles (Mercedes TRV6), a 27s200;
26) 42 – Gastón Mazzacane (Mondeo TRV6), a 1 volta;
27) 29 – Gabriel Furlan (Mitsubishi Lancer GT TRV6), a 4 voltas;
28) 11 – Ariel Pacho (Mercedes TRV6), a 5 voltas;
29) 77 – Juan Cruz Alvarez (Mercedes TRV6), a 8 voltas;
30) 199 – Nazareno López (Mondeo TRV6), a 8 voltas;
31) 3 – Rafael Morgenstern (Mercedes TRV6), a 10 voltas;
32) 93 – Matías Rodriguez (Passat TRV6), a 12 voltas;
33) 58 – Henry Martin (Mondeo TRV6), a 12 voltas;
34) 8 – Patricio Di Palma (Mercedes TRV6), a 13 voltas;
35) 4 – Esteban Tuero (Mercedes TRV6), a 13 voltas;
36) 92 – Francisco Troncoso (Mitsubishi Lancer GT TRV6), a 13 voltas;
37) 13 – Alejandro González (Mercedes TRV6), a 18 voltas;
38) 43 – Martín Serrano (Mercedes TRV6), a 19 voltas;
39) 7 – Brian Smith (Mondeo TRV6), 0 voltas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *