F-3 Espanhola: Jimenez domina treino em Jerez

Foram dois dias com os quatro pilotos da equipe Racing Engineering

 


O brasileiro Sérgio Jimenez participou dos dois dias de treinos promovidos pela equipe Racing Engineering no circuito de Jerez de La Frontera. A prática visou a preparação dos quatro pilotos do time para a 11ª e a 12ª etapas do Campeonato Espanhol de Fórmula 3, a serem realizadas nos dias sete e oito de outubro no circuito de Valência. “Fizemos muitos progressos, acho que seremos bem competitivos em Valência”, disse Jimenez, que foi o mais veloz nos dois dias de treinos. “O planejamento destes testes previa a avaliação de cinco modificações importantes no nosso chassi Dallara. Quatro delas funcionaram muito bem, então acho que o treino foi um grande sucesso. Agora, é ver como essas novidades se sairão nas próximas corridas”.


 


O traçado de Jerez tem 4.423 metros e sediou cinco GPs de Fórmula 1 entre 1986 e 1990. Nos dois dias, Jimenez superou o segundo colocado – o francês Nicolas Prost, filho de Alain Prost – por dois e quatro décimos de segundo, respectivamente. “Mais importante do que ter sido o primeiro é a evolução da equipe e do nosso Dallara/Toyota de F-3”, resume ele. “É muito importante que eu termine bem a temporada na F-3 Espanhola, que na Europa é reconhecida como um campeonato difícil e bastante competitivo. Se tiver uma boa campanha, terei mais chances de aspirar a uma colocação em uma boa equipe em uma categoria superior, que é o próximo passo na minha carreira”, completa Jimenez.


 


Campeonato – Sérgio Jimenez é o quarto colocado na tabela, com 51 pontos. O brasileiro ganhou uma posição – era o quinto – depois da penalização do espanhol Marco Barba (equipe Campos F3 Team) por atitude antidesportiva na 10ª etapa, em Albacete. O líder é o argentino Ricardo Risatti (TEC Auto), com 76 pontos. “Ainda há 78 pontos em jogo. Sei que alcançar o Risatti é difícil, mas nossa equipe está disposta a tentar e o fato de eles apostarem em mim me motiva muito”, comenta Jimenez. “Claro, temos que caminhar com os pés no chão: eu sou novato na categoria e se ficar entre os três ou quatro melhores já será fantástico. Pouca gente conseguiu isso já no primeiro ano na F-3 Espanhola, um torneio que tem fama na Europa de ser extremamente disputado”.


 


Confira os tempos dos pilotos da Racing Engineering em Jerez de la Frontera:


 


1) Sérgio Jimenez (Brasil), 1min35s737


2) Nicolas Prost (França), 1min36s088


3) Miguel Molina (Espanha), 1min36s560


4) Marcos Martinez (Espanha), 1min36s882

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *