F-3 Sudamericana: A 45 dias da próxima etapa, equipes trabalham para ‘entender’ os novos pneus

Times aproveitam folga no calendário após a abertura do campeonato e fazem testes com os novos pneus Pirelli adotado pela categoria neste ano

O calendário da temporada 2011 da Fórmula 3 Sul-Americana tem um espaço de pouco mais de 60 dias entre a primeira etapa, disputada em março no Velopark (RS), e a segunda prevista para São Paulo no início de junho. Esse período, no entanto, não significa folga para pilotos e equipes. Os times têm investido seus tempos em treinos principalmente para entender melhor o funcionamento dos novos pneus Pirelli que a categoria adotou neste ano – mais estreitos, mais altos seguindo os padrões de outros campeonatos de Fórmula 3 no mundo.

Na última semana, duas das principais equipes da Fórmula 3 Sul-Americana colocaram seus carros na pista. Entre terça e quinta-feira, a Cesário Fórmula testou com três carros no Autódromo Ayrton Senna em Londrina, no Paraná; enquanto a Hitech Racing, vencedora das três primeiras provas do ano, testou na quinta-feira em São Paulo.

“O objetivo desses treinos é ter mais contato com os novos pneus da Pirelli. Os pneus são sempre peças fundamentais no setup, e esses novos compostos mudaram muito as reações do carro”, comentou Rodrigo Contin, chefe de equipe da Hitech Racing.

A necessidade dos treinos se faz também pelo fato de o final de semana no Velopark ter sido marcado pela chuva constante, que impediu avaliações na pista seca.

“Os novos pneus chegaram no Brasil somente na semana da primeira corrida, então não fizemos testes com eles na pré-temporada. Por isso a necessidade de testar para pegar quilometragem com esses novos compostos e para manter o ritmo e a preparação física nesse período entre corridas”, destacou Bruno Bonifácio, piloto da equipe Cesário Fórmula que se destacou na rodada de abertura ao conquistar a pole-position geral do grid com um carro da classe Light.

Em Londrina, a Cesário Fórmula testou com os pilotos Fabiano Machado e Fernando Kid nos carros da classe principal; e Bruno Bonifácio no carro da Light. Já em São Paulo, a Hitech Racing colocou na pista de Interlagos os carros de João Leme e Guilherme Silva.

“Além dos testes com os pneus, para nós, o treino em Interlagos é uma oportunidade também de antecipar a preparação para a próxima etapa. Para o João (Leme), por exemplo, é importante para ele conhecer a pista e chegar mais preparado para o final de semana das corridas”, lembrou Rodrigo Contin.

Após as três primeiras provas disputadas no Rio Grande do Sul, o mineiro Guilherme Silva é o líder do campeonato com 75 pontos, seguido de Fernando Kid (48) e Fabiano Machado (45). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *