F-Abarth: Guerin sofre sério acidente em Varano

Pole position ficou parado no grid e acabou sendo acertado em cheio pelo carro do brasileiro, que já estava próximos dos 100km/h no momento do choque. “Foi como bater em um muro”, disse o piloto, que chegou a ser levado ao centro médico do autódromo e passa bem

Um forte acidente marcou a passagem do brasileiro Victor Guerin pela etapa de Varano da Fórmula Abarth. Ele largou da oitava fila em sua primeira corrida no circuito, mas, segundos depois de começar a acelerar, acertou em cheio a traseira do carro de Roberto Curiia – pole position que ficou parado no grid.

Guerin já estava próximo dos 100km/h no momento da batida, e em razão da desaceleração ficou desacordado por alguns instantes. O brasileiro chegou a ser levado para o centro médico do circuito, e depois de alguns exames passa bem. Ele reclama, apenas, de dores pelo corpo, em especial no pescoço.

“Foi como bater de frente em um muro”, disse Guerin. “O carro do Curiia ficou parado e na confusão do início da prova não consegui desviar. Quando vi, já estava embutido no carro dele e o acidente foi inevitável. É sempre perigoso quando um carro fica parado no grid, e essa situação fica bem pior quando esse carro está na pole position”, acrescentou.

Guerin tinha feito um bom tempo no treino de classificação, mas em razão da divisão dos grupos para a tomada de tempos acabou largando em 15o. Se tivesse disputado a tomada de tempos no outro grupo, ele teria partido em quinto, em razão dos tempos mais elevados feitos na primeira tomada, e poderia ter escapado do incidente.

“Não existe ‘se’ no automobilismo, mas meu tempo de classificação teria me deixado em quinto no outro grupo. Caso eu tivesse largado nas filas pares, poderia ter passado ileso também. Mas aconteceu como aconteceu e o bico do meu carro acertou em cheio o câmbio do Curiia. Esse tipo de acidente assusta, porque é como bater em uma barreira fixa”, encerrou o brasileiro.

Na primeira prova deste domingo, a vitória ficou com Patric Niederhauser. Veja o resultado completo da corrida:

1 – Patric Niederhauser – Jenzer – 22 voltas em 24’34″899
2 – Andrè Negrao – Cram – 1″954
3 – Roman De Beer – Victoria – 5″610
4 – Riccardo Agostini – Prema – 6″120
5 – Lorenzo Camplese – MG – 10″465
6 – Eddie Cheever – Jenzer – 10″988
7 – Raffaele Marciello – JD – 13″206
8 – Brandon Maisano – BVM/Target – 15″216
9 – Simone Iaquinta – ARM – 17″543
10 – Jordi Cunill – Prema – 18″305
11 – Kevin Gilardoni – Cram – 18″830
12 – Stefano Colombo – RP – 34″682
13 – Maxim Zimin – Jenzer – 37″930
14 – Antonio Spavone – ARM – 41″436
15 – Federico Bonamico – Victoria – 41″753
16 – Edoardo Bacci – TP – 42″870
17 – Matteo Davenia – Durango – 47″049
18 – Mattia Brugiotti – TP – 53″232
19 – Mirko Luciani – CO2 – 57″911
20 – Ricardo Vera – Facondini – 1 volta
21 – Mirko Torsellini – MG – 1 volta
22 – Mans Grenhagen – Jenzer – 1 volta
23 – Mirko Merillo – ARM – 6 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *