F-Abarth: Victor Guerin faz melhor tempo desta segunda-feira em Ímola

Brasileiro da equipe JD Motorsport segue fase de preparação para a prova de abertura da temporada, marcada para o dia 25 de abril em Vallelunga.

Os treinos de pré-temporada da Fórmula Abarth – nova categoria de base italiana que promete rivalizar com a Fórmula Renault na posição de celeiro de talentos do automobilismo -, teve prosseguimento nesta segunda-feira (08) no circuito de Ímola, na Itália.

Dezessete pilotos participaram das três sessões de testes realizadas hoje, que permitiram às equipes acumular quilometragem tanto com a pista seca quanto com o asfalto em condições adversas. Os ensaios desta segunda começaram com pista úmida, mas terminaram com os pilotos realizando dois treinos inteiros de pneus slick.

O brasileiro Victor Guerin, um dos três representantes do país já confirmados na nova categoria – os outros são Francisco Weiller e Henrique Martins -, fechou o dia com o melhor tempo nos dois últimos treinos desta segunda-feira. Com a marca de 1min48s873, ele foi o mais rápido do dia superando, inclusive, seu companheiro de equipe e integrante do programa de pilotos da Ferrari, Raffaele Marciello.

“Este foi meu primeiro contato com a pista de Ímola, e como o dia começou com o asfalto úmido, as condições do primeiro treino foram mais difíceis. Na parte da tarde, já com a pista seca e com mais experiência no circuito, consegui o melhor tempo nas duas sessões. Isso me deixa confiante para buscar bons resultados neste início de ano”, comentou o piloto.

Victor já realizou quatro dias de testes na F-Abarth desde que foi para a Itália conhecer o carro que usará neste ano. Em dois deles o brasileiro ficou com o melhor tempo. Nos demais, acumulou um segundo e um sexto lugares.

“Este início de temporada está sendo muito positivo, porque estou em fase de adaptação ao carro, à equipe e aos circuitos, já que todas as pistas são novas para mim”, comentou o Guerin, que deixou o Brasil depois de conquistar vitórias na F-Renault e na F-3 Sul-Americana Light.

A F-Abarth usará chassi italiano da marca Tatuus, o mesmo que equipou – e em alguns países ainda equipa -, os carros da Fórmula Renault. Desenvolvido seguindo as novas exigências da Federação Internacional de Automobilismo para a proteção dos pilotos, este monoposto é o único entre todos aqueles utilizados em categorias de base a apresentar um formato de cockpit alinhado com as novas normas da FIA para proteção em caso de impactos laterais e capotagens. O chassi receberá motor de 1.8 litro e 180 cavalos, potência semelhante ao da Fórmula Renault. Os pneus serão da marca sul-coreana Kumho, os mesmos usados na F-3 Européia.

Veja como terminaram os treinos desta segunda-feira em Ímola:
1) Victor Guerin – JD – 1min48s873
2) Jordi Cunill – Prema – 1min49s358
3) Kevin Gilardoni – Cram – 1min49s754
4) Lorenzo Camplese – MG – 1min49s768
5) Mario Marasca – PKF – 1min50s143
6) Eddie Cheever – Jenzer – 1min50s208
7) Matteo Davenia – Cram – 1min51s085
8) Mirko Torsellini – MG – 1min51s254
9) Mans Grenhagen – Jenzer – 1min51s575
10) Raffaele Marciello – JD – 1min51s637
11) Francisco Weiler – Victoria – 1min52s612
12) Riccardo Agostini – Prema – 1min52s729
13) Matteo Beretta – Tomcat – 1min59s936
14) Stefano Colombo – RP Motorsport – 1min56s746
15) Edoardo Bacci – TP – 1min57s792
16) Edolo Ghirelli – BVM – 2min10s229
17) Vicky Piria – Tomcat – 2min24s964

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *