F-BMW Européia: Depois de oito provas disputadas Felipe Nasr mantém liderança

O brasileiro Felipe Nasr, da Eurointernational, mantém a liderança do campeonato, depois oitos provas disputadas em quatro rodadas duplas. Nasr soma 186 pontos, três a mais do que o dinamarquês Michael, da Mücke Motorsport.

A terceira rodada dupla aconteceu em Silverstone, na Inglaterra, nos dias 20 e 21 de junho. Nasr marcou a pole-position para as duas provas, mas foi desclassificado, devido a uma irregularidade técnica em seu carro. O brasileiro caiu para a o final do grid de ambas as provas. O inglês William Buller, da Fortec, herdou as poles.

O holandês Robin Frijns, da Josef Kaufmann Racing, venceu a primeira prova. Numa bela prova de recuperação Nasr terminou em 8º.

Christensen venceu a segunda prova da etapa, com Nasr novamente na 8ª posição. Com o resultado o dinamarquês diminuiu a diferença na tabela para apenas um ponto, 130 a 129.

Final, prova 1, Silverstone, 20 de junho:
1 – Robin Frijns – Kaufmann – 13 voltas em 25m09s185
2 – Kazeem Manzur – Kaufmann – 25’10″574
3 – Rupert Svendsen Cook – Raikkonen – 25’11″092
4 – Michael Christensen – Mucke – 25’11″180
5 – Jack Harvey – Fortec – 25’12″209
Volta mais rápida: Felipe Nasr 1’54″259

Final, prova 2, Silvestone, 21 de junho:
1 – Michael Christensen – Mucke – 12 voltas em 25m12s626
2 – Kazeem Manzur – Kaufmann – 25’18″248
3 – Rupert Svendsen-Cook – Raikkonen – 25’18″781
4 – Facundo Regalia – Kaufmann –25’18″938
5 – William Buller – Fortec – 25’20″271
Volta mais rápida: Michael Christensen 1’53”610

A quarta etapa, em Nürburgring, na Alemanha, foi disputada como preliminar do Grande Prêmio de Fórmula-1.

Christensen venceu a primeira prova, no sábado (11/07), com Nasr, que saiu na pole, em segundo. Christensen assumiu a liderança do campeonato.

No domingo (12/07), aconteceu a primeira prova com pista molhada do ano. Saindo novamente da pole, Nasr venceu reassumindo a liderança do campeonato, com três pontos de vantagem sobre Christensen, o segundo colocado.

A prova, que começou com o Safety-Car a frente do pelotão, foi marcada por diversos acidentes. O maior aconteceu na 7ª volta, envolvendo quatro carros, dos ingleses Kazeem Manzur, da Josef Kaufmann Racing, e Jack Harvey, da Fortec Motorsport, do dinamarquês David Mengesdorf, da Eifelland Racing, e do espanhol Javier Tarancon, da DAMS.

Final, prova 1, Nurburgring, 11 de julho:
1 – Michael Christensen – Mucke – 11voltas em 23m27s464
2 – Felipe Nasr – Eurointernational – 23’30”620
3 – Robin Frijns – Kaufmann – 23’32”832
4 – Facundo Regalia – Kaufmann – 23”33”737
5 – Timmy Hansen – Mucke – 23’36”098
Volta mais rápida: Michael Christensen 2’06”416

Final, prova 2, Nurburgring, 12 de julho:

1 – Felipe Nasr – Eurointernational – 10 voltas em 25m49s239
2 – Michael Christensen – Mucke – 25’57”943
3 – William Buller – Fortec – 26’01”786
4 – Daniel Juncadella – Eurointernational – 26’05”851
5 – Robin Frijns – Kaufmann – 26’09”710
Volta mais rápida: Felipe Nasr 2’24”313

Campeonato:
1. Nasr 186; 2. Christensen 183; 3. Frijns 151; 4. Juncadella 130; 5. Harvey 83; 6. Manzur 80; 7. Regalia 79; 8. Mengesdorf 64; 9. Jafaar 63; 10. Svendsen-Cook 62

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *