F-Ford Inglesa: Victor Corrêa enfrenta mais um desafio na Inglaterra

Morando e competindo há três meses na Inglaterra, o mineiro Victor Corrêa (Unifenas/Cooparaiso/Flash Power) ainda está em fase de adaptação à cultura e às peculiaridades do automobilismo na Terra da Rainha. Nesta semana (24 e 25/05), durante a rodada tripla válida pelas 12ª, 13ª e 14ª da Fórmula Ford Inglesa, o brasileiro vai repetir uma novidade em sua temporada de estréia no automobilismo internacional: competir na segunda-feira.

“Na rodada de abertura da temporada eu também tive que correr na segunda-feira por causa do domingo de Páscoa. Não estou acostumado a fazer isso no Brasil, lá é sempre de sábado e domingo”, explicou. As três corridas da mais tradicional categoria-escola do automobilismo mundial acontecem no Autódromo de Rockingham.

Toda a programação do fim de semana foi atrasada em um dia devido às comemorações do feriado de Corpus Christi (22/05). Essa situação é corriqueira na Inglaterra. “Diferente do Brasil, aqui as corridas e treinos são sempre adiadas quando tem um feriado importante para o país. E mesmo assim, com a prova na segunda-feira, o público é bastante presente. O autódromo fica sempre lotado”, revela Victor Corrêa.

Apesar das novidades, o jovem piloto de Alfenas, interior de Minas Gerais, acredita que está bem mais adaptado às mudanças e já pode superar bem as dificuldades. “Claro que não é fácil se adaptar a uma cultura diferente. Eu não estou acostumado com muita coisa daqui, mas pela vontade de dar certo aqui na Inglaterra eu estou superando tudo. Só preciso melhorar meu carro ainda mais na classificação para brigar por vitórias. O resto eu tiro de letra”, diz confiante o titular da Jamun Racing.

A rodada acontece no moderno circuito de Rockingham, inaugurado em 2001 pela rainha Elizabeth II. As corridas serão disputadas no traçado internacional do mais recente autódromo da Inglaterra, que possuiu 3.120 metros, distribuídos em 12 curvas e passando por duas das retas do famoso oval. “É a primeira vez que vou correr nesta pista, e o circuito não é fácil. Mas vou brigar para voltar ao pódio e melhorar minha posição no campeonato”, acredita o piloto da Unifenas/Cooparaiso/Flash Power, quinto colocado no certame com 173 pontos, apenas três atrás do quarto.

Victor Corrêa segue os mesmos passos dos campeões mundiais Émerson Fittipaldi e Ayrton Senna, que começaram a carreira na Europa através da Fórmula Ford Inglesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *