F-Júnior: Primeira rodada teve disputas empolgantes e presenças ilustres

Elger, Bussular e Kohl venceram na presença de Pupo Moreno e do presidente da CBA, que anunciou premiação significativa

Disputas acirradas, presença de um ídolo e o anúncio de uma bela premiação. Assim começou a segunda temporada da Fórmula Júnior em Guaporé (RS) no último final de semana, dias 22 e 23 de março. Prestigiada pelo presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Cleyton Pinteiro, a primeira etapa da categoria mostrou que a nova temporada será como a primeira: empolgante.

Disputas acirradas, presença de um ídolo e o anúncio de uma bela premiação. Assim começou a segunda temporada da Fórmula Júnior em Guaporé (RS) no último final de semana, dias 22 e 23 de março. Prestigiada pelo presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), Cleyton Pinteiro, a primeira etapa da categoria mostrou que a nova temporada será como a primeira: empolgante.

Tudo começou no sábado, por uma tomada de tempos bastante equilibrada, quando a pole position foi definida apenas nos últimos minutos, a favor da catarinense Bruna Tomaselli. E as baterias, disputadas no domingo, mostraram o que se pode esperar da Fórmula Júnior ao longo do ano. Na primeira delas a disputa pela vitória, entre Tomaselli e o paranaense Rodrigo Elger, levantou o público em razão das inúmeras trocas de posição. O vencedor, na geral e na Graduados, foi Elger, com apenas 85 milésimos de segundo de vantagem sobre Bruna. Na Novatos, com belas disputas igualmente, a vitória foi do capixaba Lucyano Bussular.

Ainda mais empolgante que a primeira, a segunda bateria teve em suas primeiras voltas três pilotos na briga pela vitória e na condução de outro espetáculo empolgante. Elger, Tomaselli e Franco Pasquale, ainda que não tenham trocado tantas vezes de posição, animaram o público, dividindo curvas e freadas os três ao mesmo tempo. Em uma delas, porém, Pasquale e Tomaselli se tocaram e acabaram abandonando a prova. No entanto, a vida fácil que Elger poderia ter a partir daí não se confirmou, porque Bussular, com melhor rendimento, aproximou-se, atacou e assumiu a liderança geral. Na volta seguinte, porém, o capixaba enfrentou problemas e saiu da pista na entrada da reta, abandonando a prova, não sem antes receber aplausos de sua equipe e das equipes adversárias.

Rodrigo Elger repetiu a dose e, pela quinta vez consecutiva – ele vencera as três últimas provas do ano passado – comemorou a vitória. “Trabalhamos bastante nos treinos e na tomada de tempos tivemos pequenos problemas, que me impediram de conquistar a pole e fizeram que com a equipe trabalhasse até tarde no sábado”, disse Elger. “Venci a primeira com meio carro de vantagem sobre a Bruna e na segunda estava ainda mais difícil, porque o carro perdeu um pouco de rendimento, que já sabemos de onde se originou. Mesmo assim consegui vencer e acho que começamos o campeonato muito bem”, completou.

Vencedor na primeira bateria da Novatos em sua estreia na competição e na pista de Guaporé, Lucyano Bussular era pura empolgação após a prova. “Foi uma estreia muito show em uma pista que eu ainda não conhecia”, resumiu. “Na segunda eu estava caminhando para uma vitória na geral, com um carro muito bom, muito rápido, mas na entrada da reta tive problemas no câmbio e perdi pressão aerodinâmica, tendo que sair da pista. Não esperava que a estreia fosse tão boa, aprendi bastante. Me animei ainda mais e agora sei que posso lutar pelo título da Novatos e ‘incomodar’ os Graduados. Agora espero poder fechar os patrocinadores que restam para poder participar de todas as etapas”, revelou.

O gaúcho Lucas Kohl, autor da melhor volta, foi o vencedor da segunda bateria da Novatos e saiu de Guaporé como o líder após a primeira rodada em sua divisão. “Foi uma estreia muito boa, ainda que eu tenha cometido alguns erros na primeira bateria. Larguei atrás na segunda e pude ter bastante referências de ultrapassagem e com é andar no vácuo. Pude ver também que posso andar junto com os Graduados”, disse Kohl, que recebeu a bandeirada apenas 139 milésimos de segundo atrás de Rodrigo Elger. “Eu não esperava tanto nesta estreia, mas pelo trabalho que fizemos desde quinta-feira aqui dava para ver que seríamos bastante competitivos. E os resultados me permitem saber que posso lutar pelo título”, emendou.

Uma das atrações da abertura da Fórmula Júnior estava fora da pista. Roberto Pupo Moreno, ex-piloto de Fórmula 1, integrava a equipe Satti Racing e levava seus conhecimentos ao time e aos pilotos Lucas Villela e Lucas Kohl. O carioca, dono de uma história repleta de sucessos, gostou bastante da Fórmula Júnior. “Tive uma impressão extremamente positiva da categoria, um pessoal muito competitivo, jovens e com muitos talento. É uma categoria bem igual, interessante para o jovem que vem do kart”, resumiu Moreno, animado também com os resultados da equipe. “Fizemos uma dobradinha na Novatos na segunda bateria e tivemos belos resultados também na primeira, então a equipe, os pilotos e o Eduardo Satti estão de parabéns, bem como a categoria. Gostei muito, é ótimo um caminho para quem vem do kart”, repetiu.

Entre as duas baterias da programação Cleyton Pinteiro reuniu-se com pilotos e pais para anunciar uma premiação bastante interessante, destinada ao campeão da temporada. “A CBA levará o campeão para o México, onde ele participará de uma academia de automobilismo da FIA. Não será apenas um curso de pilotagem, e sim algo mais completo, onde ele terá ensinamentos de uma forma global, tudo o que envolverá sua carreira”, disse Pinteiro. Existe ainda a possibilidade de também o campeão da Novatos receber esta premiação.

A segunda etapa da Fórmula Júnior será disputada no dia 4 de maio, no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão (RS).

Confira os resultados do final de semana:
1ª bateria
1 (G) Rodrigo Elger (PR) – 17 voltas – 22:20.868
2 (G) Bruna Tomaselli (SC) – a .085
3 (G) Franco Pasquale (RS) – a 3.353
4 (G) Matheus Rouver (SE) – a 10.352
5 (N) Lucyano Bussular (ES) – a 20.844
6 (N) Lucas Kohl (RS) – a 23.404
7 (N) Lucas Villela (SP) – a 29.467
8 (N) Vitor Fernandes (MG) – a 41.671
9 (N) Lucas Fernandes (MG) – a 1 volta
10 (N) Lucca Abreu (MG) – a 8 voltas
Melhor volta: Rodrigo Elger – 1:17.776 – média de 142.563 km/h

2ª bateria
1 (G) Rodrigo Elger (PR) – 15 voltas – 21:54.509
2 (N) Lucas Kohl (RS) – a .139
3 (N) Lucas Villela (SP) – a 3.218
4 (G) Matheus Rouver (SE) – a 4.580
5 (N) Lucca Abreu (MG) – a 4.983
6 (N) Vitor Fernandes (MG) – a 34.985
7 (N) Lucas Fernandes (MG) – a 37.525
8 (N) Lucyano Bussular (ES) – a 4 voltas
9 (G) Bruna Tomaselli (SC) – a 12 voltas
10 (G) Franco Pasquale (RS) – a 12 voltas
Melhor volta – Lucas Kohl – 1:18.923 – média de 140.491 km/h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *