F-Nippon: João Paulo de Oliveira foi um dos mais rápido em Fuji

Brasileiro trabalhou em acertos no seco e na chuva e considerou como dois dias proveitosos de treinos coletivos.

A Fórmula Nippon, categoria de monopostos mais potente da Ásia, realizou seus testes oficiais neste domingo e segunda-feira (11 e 12/3), no circuito Fuji Speedway, com a presença de todos os inscritos para a temporada 2007. O atual campeão da categoria, o francês Benoit Treluyer, manteve sua performance e liderou os dois dias, com a melhor passagem em 1:24.255. Enquanto isso, o brasileiro João Paulo de Oliveira superou os problemas que enfrentou durante o primeiro período, fechando os ensaios na sexta colocação geral. “Estamos dando passos pra frente. A equipe evoluiu em relação ao teste anterior e isso é muito positivo. Eu também pude andar mais e pudemos aproveitar bastante o dia para trabalhar no acerto do carro, o que é muito importante, e fiquei satisfeito com o sexto tempo”, declarou o paulista.

João Paulo de Oliveira, que teve um árduo trabalho durante os testes – já que sua equipe não acompanhou as demais nos treinos coletivos de Sepang, na Malásia -, ainda considera que poderia ter feito um tempo melhor do que o registrado. “No fim do dia, quando coloquei meu último jogo de pneus novos, foi acionada uma bandeira vermelha em minha melhor volta e tive que abortá-la. No final ainda melhorei um pouco, mas acredito que, se eu usasse o pneu novo sem a bandeira vermelha, estaríamos mais perto e entre os três mais rápidos”, avalia o piloto de 25 anos de idade.

No domingo, João Paulo voltou a ter alguns problemas junto à equipe Kondo Racing. “No primeiro dia andei pouco. Tivemos um contratempo porque iríamos trocar a relação de marchas no intervalo do almoço, mas infelizmente, por inexperiência do mecânico, ele errou as marchas e perdi uma hora e meia do treino. Ou seja, andei somente na última meia hora da tarde. De manhã só choveu, e testamos muitos ajustes para a situação, o que foi produtivo”, conta o piloto, que também participará do Campeonato Japonês de SuperGT, principal categoria de turismo do oriente.

Já na segunda-feira, o brasileiro aproveitou sua experiência em monopostos e fez diversos testes nos ajustes, com sucesso. “Hoje (segunda-feira) trabalhamos bastante no acerto do carro. Fiz muitas experiências porque estava curioso em saber o que aconteceria fazendo mudanças na geometria da suspensão e mais algumas coisas, e assim tivemos resultados muito positivos. Pela manhã fiz uma seqüência longa de voltas e foi bom, estamos bem consistentes. Fiquei contente com meu acerto no fim, estamos competitivos”, declara o brasileiro que já faturou títulos nos monopostos em três continentes distintos (Campeão de Fórmula 3 Sul-Americana, Alemã e Japonesa). Outro brasileiro, Fabio Carbone (Dandelion) também participou dos testes e fez o oitavo melhor tempo.

A abertura do campeonato da Fórmula Nippon será no final de semana do dia 01/4, no próprio circuito de Fuji, que este ano receberá o GP do Japão de Fórmula 1.

Confira os tempos combinados dos dois dias de testes (11 e 12/3) em Fuji:
1. Benoit Treluyer (FRA/Impul) – 1min24s255
2. Andre Lotterer (ALE/Tom’s) – 1min24s739
3. Satoshi Motoyama (JAP/Impul) – 1min24s908
4. Michael Krumm (ALE/Impul) – 1min25s431
5. Loic Duval (FRA/Nakajima) – 1min25s456
6. João Paulo de Oliveira (BRA/Kondo) – 1min25s468
7. Tsugio Matsuda (JAP/Impul) – 1min25s599
8. Fabio Carbone (BRA/Dandelion) – 1min25s612
9. Takashi Kogure (JAP/Nakajima) – 1min25s649
10. Ronnie Quintarelli (ITA/Inging) – 1min25s677
11. Jonny Reid (NZL/Tom’s) – 1min25s726
12. Bjorn Wirdheim (SUE/Dandelion) – 1min25s829
13. Katsuyuki Hiranaka (JAP/5Zigen) – 1min25s867
14. Tetsuya Kataoka (JAP/LeMans) – 1min25s912
15. Yuji Tachikawa (JAP/Cerumo) – 1min25s948
16. Tora Takagi (JAP/LeMans) – 1min26s031
17. Yuji Ide (JAP/ARTA) – 1min26s081
18. Toshihiro Kaneishi (JAP/ARTA) – 1min26s155
19. Hiroki Yoshimoto (JAP/5Zigen) – 1min26s695
20. Matasaka Yanagida (JAP/Kondo) – 1min26s835
21. Naoki Yokomizo (JAP/Inging) – 1min27s354

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *