F-São Paulo: Victor Corrêa quer brigar pela quarta vitória, desta vez no Paraná

Motivação e entusiasmo não faltam ao mineiro Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power/ Raster). Além do natural fato de estar liderando o Campeonato Paulista, ele vai conhecer e correr de carro pela primeira vez em outra pista que não seja a do Autódromo de Interlagos, em São Paulo. É que em virtude das reformas no circuito que abriga a Fórmula 1, a sexta etapa da Fórmula São Paulo será disputada domingo (26/8) em Londrina, no Paraná.

“Vai ser tudo novidade. Nunca viajei até Londrina, vou aprender um novo traçado e terei o desafio de acertar o meu equipamento para tentar a primeira vitória fora da casa da categoria”, diz o piloto de Alfenas, sul de Minas Gerais.

As atividades no Autódromo Internacional Ayrton Senna começarão nesta quarta-feira (22/8), quando vários pilotos realizarão treinos de reconhecimento dos 3.145 metros do circuito paranaense. “Primeiro vamos ‘desenferrujar’, pois tem quase três meses que não treinamos ou corremos. Ao mesmo tempo, pretendo conhecer o máximo possível da pista, e iniciar as mudanças no set up do carro”, explica Victor Corrêa.

O líder da Fórmula São Paulo acredita que só na quinta-feira, no segundo dia de atividades em Londrina, é que poderá fazer os ajustes finos em seu Techspeed e atingir bons tempos por volta. “Com alguma intimidade com o traçado, e com a pista um pouco mais emborrachada, poderemos trabalhar no refinamento dos acertos mecânico e aerodinâmico. Acho que vai ser uma boa experiência e um ótimo desafio”, acredita o piloto, que quer ampliar sua vantagem de 12 pontos sobre o vice-líder do campeonato.

Na sexta-feira começa a programação oficial da sexta etapa do Campeonato Paulista de Fórmula São Paulo, com a realização de duas sessões de treinos livres. No sábado acontece o treino classificatório. “Quero manter os meus bons resultados também nesta nova pista. Será uma preparação para a continuidade de minha carreira na próxima temporada, talvez fora do país”, aspira o representante da Unifenas/Flash Power/Raster, que em cinco etapas venceu três corridas em Interlagos, além de garantir três pole positions e três voltas mais rápidas.

Na Fórmula São Paulo todos os monopostos utilizam chassi Techspeed equipados com motor AP 1.8, com 136 cavalos de potência, que chegam a 230 km/h. O câmbio utilizado é o Hewland, o mesmo usado na Fórmula 3 Sul-Americana. Para deixar a disputa com maior igualdade, há apenas um preparador de motores para todos os competidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *