F1: Advogado de Briatore diz que possível apelação da FIA será inútil

O advogado de Flavio Briatore disse nesta quinta-feira que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) não tem chances de ganhar a caso decida apelar da decisão do tribunal francês que anulou o banimento do ex-chefe da Renault.

“Em primeiro lugar, queremos ver o veredicto reforçado. Mas, de qualquer forma, a chance da FIA vencer caso decida apelar é zero”, disse Philippe Ouakrat, de acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sport.

O advogado aproveitou para atacar os comandantes da FIA. “É uma verdadeira catástrofe para eles. Eles preferem se calar, como um molusco. Gostaríamos de ter resolvido de outra forma, mas agora Briatore tem muita coisa pela frente”, disse Ouakrat.

“A FIA poderia dar um passo atrás. Até agora Briatore aceitou deixar a equipe de fora, mas ele nunca vai aceitar ter seu nome ligado a uma trapaça. Poderíamos pedir compensações pelos danos sofridos pela empresa de gerenciamento de pilotos do meu cliente. Os números seriam muito maiores”, continuou o advogado.

Para Ouakrat, o Conselho Mundial da FIA será forçado a fazer mudanças radicais em sua estrutura após o veredicto favorável à Briatore. “A corte atendeu a praticamente todas as nossas questões, mas o elemento mais sério é o relativo à própria estrutura do Conselho Mundial da FIA, que não na verdade não pode mais existir”, falou.

“De acordo com as leis francesas e internacionais, um órgão é proibido de julgar, processar e investigar ao mesmo tempo, sendo que o presidente da entidade é quem decide a quem investigar, que controla as investigações e que preside o julgamento”, explicou Ouakrat.

“Agora, a FIA não pode tomar medidas disciplinares sem o risco de vê-las anuladas em um tribunal civil”, falou Ouakrat, que reiterou que Briatore pensa em entrar com uma ação contra Nelsinho Piquet. “Estamos avaliando a situação com relação ao piloto”, finalizou o advogado de Briatore.

Fonte: UOL Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *