F1: Equipes da F-1 planejam tornar o difusor duplo ilegal a partir de 2011

De acordo com o site da revista inglesa Autosport, as equipes de Fórmula 1 estudam a possibilidade de banir os difusores duplos a partir da temporada 2011, em uma tentativa de diminuir a pressão aerodinâmica e a velocidade dos carros.

Os difusores duplos causaram polêmica no início da temporada 2009, quando as equipes protestaram contra a solução aerodinâmica de sucesso encontrada pela Brawn GP, Williams e Toyota nas primeiras corridas do ano.

O assunto chegou ao Tribunal Internacional de Apelação da FIA, quando o difusor duplo foi considerado legal, forçando as outras equipes a revisar seus projetos para conseguir desenvolver o mesmo design na parte traseira de seus carros.

No entanto, como a pressão aerodinâmica e a velocidade só cresceram desde então, e o design dos difusores ficou cada vez mais complexo, começaram as negociações para tornar o dispositivo ilegal. Como a previsão é de que a pressão aerodinâmica dos carros deste ano ultrapasse os níveis encontrados no final de 2008, as equipes decidiram agir.

Segundo a Autosport, os diretores técnicos discutiram a possibilidade de diminuir os níveis de pressão aerodinâmica dos carros em uma reunião do Grupo de Trabalho de Regulamentação Técnica da Fota (Associação das Equipes de F-1) no final do ano passado, e chegaram a conclusão de que as regras precisariam ser modificadas para proibir efetivamente os difusores duplos.

As equipes pretendem criar regras que obriguem o assoalho dos carros a serem contínuos, se analisados de um plano lateral e longitudinal. Com isso, os ‘espaços’ que permitem o conceito do difusor duplo funcionar desapareceriam.

Assim que for redigido um texto da nova regra, ele será encaminhado para ratificação do Grupo de Trabalho de Regulamentação Técnica da FIA, antes de seguir o caminho necessário para entrar em vigor na temporada 2011. A estimativa é de que, com a redução da pressão aerodinâmica gerada pela exclusão dos difusores duplos, os carros sejam por volta de um segundo mais lentos por volta.

O diretor técnico da Lotus, Mike Gascoyne, um dos que apóia a medida, confirmou à Autosport que as conversas estão em andamento. “Acho que está certo. É o que devemos fazer, e o que tanto a Fota quanto a FIA pretendem para 2011. Acho que é importante e muito fácil de fazer, só é preciso acertar alguns detalhes no regulamento”, disse Gascoyne.

Fonte: UOL Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *