F1: Afastamento de Newey não trará novo diretor técnico à Red Bull

O projetista Andrian Newey já sabe que ao fim do ano passará a desenvolver um leque maior de trabalhos dentro da Red Bull e, por esse motivo, ficará mais afastado do dia-a-dia da equipe no Mundial de Fórmula 1. O chefe da escuderia, Christian Horner, já adiantou que não pretende colocar ninguém no lugar de seu homem de confiança.

O projetista Andrian Newey já sabe que ao fim do ano passará a desenvolver um leque maior de trabalhos dentro da Red Bull e, por esse motivo, ficará mais afastado do dia-a-dia da equipe no Mundial de Fórmula 1. O chefe da escuderia, Christian Horner, já adiantou que não pretende colocar ninguém no lugar de seu homem de confiança.

“Nós não vamos apontar um diretor-técnico, não precisamos de um. Adrian ainda vai estar muito envolvido em ajudar a encontrar uma direção, mas é uma oportunidade para gente que está abaixo de Adrian dar um passo à frente e assumir mais responsabilidade”, disse à revista britânica Autosport.

O mandatário aproveitou para indicar três nomes que acredita que serão importantíssimos no período que se aproxima para a Red Bull: o designer-chefe Rob Marshall, o chefe de aerodinâmica Dan Fallows e o engenheiro-chefe Paul Monaghan.

“Adrian nunca guardou segredo quanto ao fato de que daria um passo atrás em algum momento. Ele alcançou aquele ponto agora e nós montamos uma estrutura para acomodar isso, e ainda vamos nos beneficiar do envolvimento dele. Então é a melhor situação para nós”, completou Horner.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *