F1: Alesi diz que desempenho de Rubinho em 2009 fez Schumi voltar

O ex-piloto de Fórmula 1 Jean Alesi disse nesta quarta-feira que o bom desempenho de Rubens Barrichello em 2009 convenceu Michael Schumacher a sair da aposentadoria e voltar à categoria na temporada 2010, com a equipe Mercedes. No entanto, o teor do comentário não foi muito favorável ao brasileiro.

Para o francês de 45 anos, o histórico de vitórias do alemão sobre Barrichello na época em que ambos eram companheiros na Ferrari foi o que motivou o heptacampeão a refletir sobre suas chances de disputar novamente um título mundial da categoria.

“Rubens Barrichello estava disputando o título até a penúltima corrida”, disse Alesi, relembrando a temporada do brasileiro de 37 anos ao lado de Jenson Button na Brawn GP no ano passado. “Porém, na Ferrari, Michael sempre teve Rubens sob controle”, continuou o francês em entrevista à publicação alemã Auto Motor und Sport.

“Ele [Schumacher] provavelmente disse a si mesmo: ‘se o copiloto consegue andar na frente, eu também consigo”, disse Alesi, que pilotou para a equipe de Maranello entre 1991 e 1995, vencendo apenas uma corrida.

Barrichello foi companheiro de Schumacher na Ferrari por seis anos, até 2005. Naquele período, o alemão conquistou cinco dos seus sete títulos mundiais, enquanto o brasileiro conseguiu nove de suas 11 vitórias na carreira.

A relação dos dois pilotos nunca foi boa na Ferrari. Barrichello sempre foi colocado em segundo plano pela equipe, que centralizava suas atenções em Schumacher. O momento que melhor ilustrou essa situação aconteceu no GP da Áustria de 2002, quando Barrichello, que liderava a prova, recebeu ordem de Jean Todt, então chefe da equipe, para deixar Schumacher passar na última volta da corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *