F1: Alonso diz que prefere ‘mais troféus em casa’ a ser respeitado

Com 79 pontos no Mundial de Fórmula 1, 86 atrás do líder Nico Rosberg e sem vencer uma corrida em 2014, o espanhol Fernando Alonso vem guiando uma Ferrari ainda muito abaixo das Mercedes e sem muitas perspectivas ao título dos pilotos. Mesmo assim, o asturiano é o quarto colocado no campeonato e na última corrida, na Áustria, conseguiu o quinto lugar. No entanto, engana-se quem pensa que o corredor está satisfeito apenas com posições e performances razoáveis.

“Sempre há certa satisfação em ver os outros dizerem que você está guiando cada vez melhor. Há o respeito dos pilotos, dos chefes das equipes, dos fãs. Todos reconhecem o seu trabalho, mas acho que eu preferiria não ter nenhum respeito e mais troféus em casa”, disse o piloto em entrevista coletiva no último domingo.

Ciente das limitações da Ferrari em relação aos carros com o motor Mercedes, Alonso quer alcançar melhores resultados de maneira gradual para ajudar a equipe italiana no Mundial de Construtores, já que o torneio de pilotos está encaminhado para Hamilton e Rosberg: “No momento, não estamos em posição de vencer, então temos de pouco a pouco tentar ir ao pódio, tentar ganhar e conseguir o maior número de possível de pontos para a equipe”, explicou o espanhol, que teve sua melhor marca na China, onde conseguiu o terceiro lugar.

Caso faça uma corrida melhor no próximo GP, o da Inglaterra, Alonso poderá “roubar” o terceiro lugar de Daniel Ricciardo, da Red Bull, que tem 83 pontos, apenas quatro a mais que o ferrarista. No Mundial de Construtores, a esquadra italiana está em terceiro lugar, com 98 pontos. A alemã Mercedes lidera com 301 e é seguida pela austríaca Red Bull, com 143.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *