F1: Alonso diz que seu amor pela Renault chegou ao fim

O piloto Fernando Alonso justificou, nesta quarta-feira, de maneira clara sua decisão de se transferir para a McLaren ao final da atual temporada. Segundo ele, seu amor pela Renault chegou ao fim e por isto ele precisa trocar de ares para dar prosseguimento à sua carreira na Fórmula 1.

“O amor pela Renault desapareceu”, confessou Alonso, em entrevista publicada pela revista especializada alemão “Auto, Motor und Sport”. “Queria uma mudança de ares. Crescemos juntos, com a força do trabalho subimos da condição de quarta equipe do mundial até o título de Construtores. Não se pode querer mais”, acrescentou.


Alonso também deixou claro nunca pensou em se transferir para a Ferrari. “Até porque, nunca houve nenhuma oferta, mas tampouco gostaria de trabalhar com eles”, afirmou o espanhol. “Tenho a impressão de que a Ferrari é mais protegida do que qualquer outra equipe, assim prefiro correr por outra escuderia e tentar superá-la”.


Alonso também procurou minimizar a importância da disputa contra Michael Schumacher pelo título da temporada. “Ao contrário de Michael, tenho ainda muitos anos para ser campeão. Para ele, só resta este”, completou o Alonso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *