F1: Alonso espera provas imprevisíveis, mas diz que título ficará com melhor carro

O espanhol Fernando Alonso já chegou a dizer que a alta degradação dos pneus Pirelli na Fórmula 1 será como “um pênalti a cada dez minutos” no futebol. Mas, apesar da imprevisibilidade das corridas e da importância da estratégia neste ano, o piloto da Ferrari disse que o melhor carro deverá ser campeão no final.

“Como sempre na Fórmula 1, o carro mais rápido vai ganhar o campeonato no fim”, opinou Alonso em entrevista à Autosport.

“Estratégia é importante, talvez uma ou duas corridas sejam decididas por uma boa estratégia, ou alguém muito rápido pode cometer um erro nesse sentido e perder a vitória. Mas, ao longo de 19 corridas, você pode errar uma vez ou outra, então o mais importante será trabalhar para ter o melhor carro”, completou o espanhol.

Alonso reconheceu que o rápido desgaste dos novos pneus Pirelli e o consequente aumento de paradas nos boxes fará com que o leque de estratégias seja bem maior neste ano do que foi em 2010. “Haverá muitas possibilidades. Poderá ser melhor sacrificar algumas voltas para fazer uma parada a menos”, avaliou.

A partir do dia 27 de março, na Austrália, Alonso e os demais passarão a traçar as melhores estratégias com os novos pneus, mas o que se espera é que pilotos de um estilo mais conservados, como Jenson Button, levem vantagem em relação aos mais agressivos.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *