F1: Alonso teria se reunido com Renault e Ferrari

As especulações sobre a saída do espanhol Fernando Alonso da McLaren cresceram nesta quarta-feira. A imprensa européia publicou que o bicampeão mundial teria se reunido com duas escuderias rivais: Ferrari e Renault.

 


Segundo a edição desta semana da revista espanhola Autopista, Alonso se encontrou com Flavio Briatore e Pat Symonds, ambos da Renault, há duas semanas, no GP do Japão, para conversar sobre uma possível volta à equipe.


De acordo com a publicação, o contrato de Alonso seria de dois a três anos de duração, já que o presidente da Renault, Carlos Ghosn, está receoso de que o espanhol possa ter vontade de deixar a equipe em menos tempo, como poderia fazer com a McLaren na próxima temporada.


Caso a transferência se conclua, Alonso teria como companheiro ou o finlandês Heikki Kovalainen ou o brasileiro Nelsinho Piquet, já que Giancarlo Fisichella, provavelmente, não fará mais parte da equipe em 2008.


O italiano iria para a Williams, substituindo Nico Rosberg, que deve assumir a vaga na McLaren.


Já a revista italiana Sport Auto Moto destaca uma reunião que teria ocorrido no início do mês de agosto entre Alonso e o presidente da Ferrari, Luca Di Montezemolo, em que as duas partes já teriam um acordo.


No entanto, o diretor geral da Ferrari, Jean Todt, seria uma das pessoas que vetaria a chegada de Alonso na escuderia italiana. O dirigente teria dito que enquanto ele estivesse na equipe, o espanhol não seria contratado.


Mas, nos últimos dias, Todt teria mudado seu discurso e já fala que se for a “peça chave” para a equipe, Alonso poderá ser o novo piloto da Ferrari.



Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *