F1: Alonso vence o agitado GP da Austrália

O espanhol Fernando Alonso, da Renault, venceu o GP da Austrália, neste domingo, dia 02 de abril. Foi a segunda vitória do piloto na temporada e a terceira da equipe, que, aliás, venceu todas até agora. Kimi Raikkonen, da McLaren, foi o 2º e Ralf Schumacher, da Toyota, fechou os três primeiros.



A corrida foi muito movimentada, com diversos acidentes. Quatro carros acabaram no muro. As duas Ferraris, de Felipe Massa e Michael Schumacher, a Red Bull, de Christian Klien, e a Toro Rosso de Vitantonio Liuzzi. As batidas foram fortes, mas os pilotos saíram ilesos. O Safety-Car entrou quatro vezes na pista.

Alonso só não liderou a prova quando parou nos boxes para reabastecer e trocar os pneus. Nick Heidfeld, da BMW-Sauber, cruzou em 4º, Giancarlo Fisichella, da Renault, e que largou dos boxes, em 5º e Jacques Villeneuve, da BMW-Sauber o 6º.

Rubens Barrichello, da Honda, teve uma prova difícil, terminando pela primeira vez nos pontos com o carro japonês, em 7º. A Toro Rosso pontuou pela primeira vez na história, com o 8º lugar de Scott Speed.

O pole-position Jenson Button, da Honda, teve o motor estourado a poucos metros da bandeirada, quando vinha em 5º, não pontuando.


A próxima etapa está marcada para o dia 23 de abril, em San Marino.

Confira o resultado final do GP da Austrália:

1º – Fernando Alonso (ESP) Renault/M – 1h34min27s870
2º – Kimi Raikkonen (FIN) McLaren-Mercedes/M – a 1s8
3º – Ralf Schumacher (ALE) Toyota/B – a 24s8
4º – Nick Heidfeld (ALE) BMW Sauber/M – a 31s0
5º – Giancarlo Fisichella (ITA) Renault/M – a 38s4
6º – Jacques Villeneuve (CAN) BMW Sauber/M – a 49s5
7º – Rubens Barrichello (BRA) Honda/M – a 51s9
8º – Scott Speed (EUA) Toro Rosso-Cosworth/M – a 53s8
9º – David Coulthard (ESC) Red Bull-Ferrari/M – a 53s9
10º – Jenson Button (ING) Honda/M – a uma volta
11º – Christijan Albers (HOL) Midland-Toyota/B – a uma volta
12º – Takuma Sato (JAP) Super Aguri-Honda/B – a duas voltas
13º – Yuji Ide (JAP) Super Aguri-Honda/B – 1min36s164

Abandonos:

Juan Pablo Montoya (COL) McLaren-Mercedes/M – 46 voltas
Tiago Monteiro (POR) Midland-Toyota/B – 39 voltas
Vitantonio Liuzzi (ITA) Toro Rosso-Cosworth/M – 37 voltas
Michael Schumacher (ALE) Ferrari/B – 32 voltas
Mark Webber (AUS) Williams-Cosworth/B – 23 voltas
Christian Klien (AUT) Red Bull-Ferrari/M – quatro voltas
Jarno Trulli (ITA) Toyota/B – nenhuma volta
Nico Rosberg (ALE) Williams-Cosworth/B – nenhuma volta
Felipe Massa (BRA) Ferrari/B – nenhuma volta

Volta mais rápida: Kimi Raikkonen (ESP) McLaren-Mercedes/M – 1min26s045, na 57ª volta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *