F1: Antes de substituir Massa, Schumi visita brasileiro no hospital

Vítima de um acidente no treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria, Felipe Massa será substituído pelo heptacampeão Michael Schumacher no cockpit da Ferrari na próxima prova da temporada. Antes de assumir o carro do piloto brasileiro, o alemão foi visitá-lo no Hospital Militar de Budapeste, neste sábado.

Schumacher esteve no local ao lado do francês Jean Todt, ex-chefe da Ferrari e cotado para substituir o britânico Max Mosley na presidência da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). O alemão de 40 anos que retorna de sua aposentadoria preferiu não falar com a imprensa.

Dino Altmann, médico pessoal de Felipe Massa, explicou aos jornalistas que acompanham a situação de Massa diante do hospital que a intenção de Shumacher foi apenas cumprimentar o brasileiro antes de substituí-lo no Grande Prêmio da Europa, que será realizado em Valência no próximo dia 23.

O brasileiro ainda reluta em ceder seu carro a Schumacher. Na última sexta-feira, ele recebeu a visita do inglês Rob Smedley, seu engenheiro de pista na Ferrari, e previu que estará recuperado antes da corrida na Espanha. No entanto, o médico Dino Altmann descarta a possibilidade de Massa correr em Valência.

No mesmo dia, Schumacher treinou na pista de Mugello com o F2007, modelo com o qual finlandês Kimi Raikkonen foi campeão. Nos próximos dias, a Associação das Equipes de Fórmula 1 (Fota) deve abrir uma exceção e permitir que o alemão teste por um dia o F60, modelo equipado com Kers, asas móveis e pneus slicks.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *