F1: Após agressão, dirigente da Renault irá processar Sutil

Vice-presidente do Grupo Genni Capital, dono da equipe Lotus Renault, Eric Lux confirmou nesta segunda-feira que entrará com um processo contra Adrian Sutil, da Force Índia, após ser agredido pelo piloto em uma casa noturna de Xangai, palco do GP da China.

De acordo com a imprensa francesa, o dirigente, que se envolveu em uma briga com o piloto e foi ferido no pescoço, deve pedir uma indenização de até dez milhões de euros (aproximadamente R$ 23 milhões).

Sutil já se pronunciou sobre o incidente e pediu desculpas públicas ao vice-presidente do grupo de investimentos. Entretanto, em nota oficial, por meio de seu advogado, Lux confirmou que irá entrar na Justiça.

“Tendo em vista os recentes eventos que aconteceram em Xangai no dia 17 de abril, o senhor Eric Lux decidiu apresentar uma queixa criminal contra o senhor Adrian Sutil por agressão física e lesões corporais graves”, diz o comunicado.

“Assim que a queixa for registrada, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e a equipe Force India serão notificadas. Além disso, é válido ressaltar que o senhor Eric Lux não descarta a possibilidade de iniciar uma ação contra quaisquer outras pessoas envolvidas na questão”, encerrou.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *