F1: Após duas ótimas provas, Force India volta à realidade

O conto de fadas vivido pela Force India nos GPs da Bélgica, em Spa-Francorchamps, e da Itália, em Monza, parece ter chegado ao fim em Cingapura. Depois de um segundo lugar conquistado por Giancarlo Fisichella, atualmente na Ferrari, substituindo Felipe Massa, na etapa belga, e a quarta posição de Adrian Sutil, na Itália, os carros indianos não foram além do 12º lugar nesta sexta-feira.

Apesar do resultado decepcionante, tanto Sutil quanto Vitantonio Liuzzi, 18º colocado e que assumiu o cockpit que era de Fisichella, estão otimistas para a corrida asiática.

– Fiquei bem feliz com o carro, mas é difícil analisar, pois ainda estamos tendo problemas com os pneus traseiros, principalmente com os compostos macios. Ainda temos muito trabalho a fazer, mas acho que podemos melhorar e chegar mais perto dos primeiros. Poderia ter feito uma volta mais rápida, mas o trânsito (na pista) estava muito ruim, sempre perdia as duas primeiras voltas (do pneu). Ainda acho que podemos entrar nos pontos e gostaríamos de estar entre os dez primeiros no grid. Esta é nossa meta para amanhã (sábado) – afirmou o alemão.

– O dia foi ok hoje (sexta-feira). O mais importante para mim foi aprender o circuito e me acostumar à pista, às ondulações e às zebras. Acho que estamos indo na direção certa. Tivemos um pouco de problema com o equilíbrio (do carro), mas fizemos um monte de testes e tentamos compreender os pneus. Temos muito trabalho para fazer, mas temos a noite toda para resolver (os problemas). Amanhã (sábado) vamos estar muito, muito melhores – analisou Liuzzi.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *