F1: Após GP 250, Alonso sugere adeus em 2017: “Não creio que chegue a 300”

Bicampeão do mundo é o sexto no ranking dos que mais correram na Fórmula 1. Barrichello lidera lista com 323 GPs na categoria máxima do automobilismo mundial

Fernando Alonso começou a ensaiar seu adeus à Fórmula 1. Neste domingo, no GP da Rússia, o piloto da McLaren completou a marca de 250 corridas na categoria máxima do automobilismo mundial. E mais uma vez não teve muitos motivos para comemorar. Guiando uma McLaren irreconhecível, empurrada por um pouco potente motor Honda, o bicampeão mundial chegou em 10º, mas saiu da zona de pontuação após uma punição. Em entrevista à TV3, um canal de televisão de seu país, o piloto de 34 anos foi perguntado sobre atingir mais uma marca expressiva, os 300 GPs. No entanto, Alonso parece não acreditar em um futuro que vá além dos dois anos de contrato que ainda tem com o time de Woking, dando indícios de um possível adeus à categoria ao fim de 2017.

– Não creio que chegue aos 300 Grandes Prêmios. Quando fiz a minha estreia na Austrália, em 2001, não pensava que iria tão longe. Quando você estreia na F-1, você quer tentar curtir o momento porque não sabe quanto mais tempo terá, tampouco se tem o nível necessário para ficar. Depois de estar alguns anos aqui, tenho a sorte de ter disputado muitos GPs e ter saboreado a vitória em alguns deles – disse Alonso em entrevista à TV3 espanhola.

Bicampeão mundial pela Renault em 2005 e 2006, Alonso estreou na Fórmula 1 em 2001 com a Minardi. Em sua 14ª temporada na categoria, o espanhol teve passagens também por McLaren em 2007 e Ferrari de 2010 a 2014 até retornar à equipe inglesa. Ele no currículo 32 vitórias, 22 poles e 97 pódios.

Em 2015, Alonso aparece na sexta colocação entre os pilotos que mais correram na Fórmula 1. O líder do ranking é o brasileiro Rubens Barrichello com 323 GPs, seguido do alemão heptacampeão do mundo Michael Schumacher com 307. Os dois ex-pilotos da Ferrari são os únicos a superarem a barreira das 300 corridas. Considerando os pilotos em atividade, Alonso está atrás apenas do companheiro de equipe Jenson Button, que tem 280 corridas no currículo.

Fonte: GloboEsporte.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *