F1: Após nova punição, Barrichello volta a criticar sinalização

Após ser eliminado do GP da Austrália por sair dos boxes com o sinal vermelho, o piloto Rubens Barrichello foi novamente penalizado na Malásia por ultrapassar a velocidade permitida nos boxes. O brasileiro, que já havia reclamado da sinalização na primeira corrida, voltou a fazer críticas sobre o assunto.

“A penalidade após minha segunda parada foi muito ruim, apesar de eu só ter perdido uma posição. As marcações que indicam quando termina o limite de velocidade no pitlane não é claro o suficiente”


Diferentemente do GP da Austrália, quando lutou durante toda prova pela zona de pontuação, o piloto da Honda não conseguiu repetir o mesmo desempenho na Malásia, terminando apenas na 13ª colocação.


Para o brasileiro, os problemas com o câmbio no treino livre do último sábado fizeram a diferença na corrida.


“Infelizmente, meu fim-de-semana acabou comprometido pelos problemas no último treino livre, que fez com que eu perdesse o balanço do carro para a corrida de hoje”.


Com uma postura diferente do ano passado, quando passou grande parte da temporada reclamando do desempenho de seu carro, Barrichello se mostrou muito confiante após as duas primeiras corridas da temporada.


“Nós tivemos um bom aprendizado nestas duas semanas e estou muito confiante na nossa reabilitação. Ainda temos muito trabalho a fazer, mas isso será executado nas próximas semanas de preparação para as provas na Europa”.


“Estamos tão competitivos quanto os carros dp grupo do meio e é encorajador ver que ambos os carros fizeram uma corrida dura hoje”.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *