F1: Após segundo lugar na Rússia, Hamilton crava: “Poderia ter vencido”

Lewis Hamilton não está satisfeito. Atual campeão da Fórmula 1, o piloto da Mercedes ficou com o segundo lugar no GP da Rússia deste domingo, vendo seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, seguir imbatível e na liderança do mundial. Mesmo fazendo uma boa corrida, o britânico acredita que poderia ter terminado no posto mais alto do pódio.

O tricampeão largou em décimo e contando com a sorte, uma vez que Vettel e Kvyat se envolveram em uma confusão, e com seu talento, Lewis não demorou muito para chegar à segunda posição, porém, não chegou a ameaçar a liderança de Nico.

“Na minha cabeça, não tinha dúvidas de que poderia vencer essa corrida. Eu tinha um bom ritmo, mas depois tive que diminuir por causa de um problema no motor. A partir daí, não pude dar o máximo de aceleração nas retas e eu tive que recuar”, afirmou o britânico.

Nas quatro primeiras corridas, Rosberg não deu chance e venceu todas. Hamilton tentará acabar com a hegemonia do companheiro no próximo dia 15, no GP da Espanha, quinta prova da temporada de F1.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *