F1: Assessora de Schumacher volta a rebater especulações

Nesta terça-feira, o jornal alemão Bild divulgou que Michael Schumacher foi diagnosticado com pneumonia durante sua internação no Centro Hospitalar Universitário, em Grenoble, na França. Ainda segundo a publicação, um dos motivos da doença poderia ser a redução dos sedativos do ex-piloto. No entanto, nesta quarta-feira, Sabine Kehm, assessoria de Schumi, não confirmou a notícia e disse que apenas os fatos noticiados pela equipe médica devem ser escutados.

“Como sempre, a minha resposta é: anúncios sobre a condição de saúde de Schumacher que não sejam feitos pelos seus médicos oficiais ou por sua equipe, precisam ser tratados como especulação”, disse Kehm.

O último pronunciamento da assessora informou que os médicos optaram pela redução dos sedativos para iniciarem o processo de despertar em Schumacher. Apesar da medida, o ex-piloto ainda não responde a estímulos, como informa a imprensa local.

Com situação crítica, porém estável, o heptacampeão mundial segue internado desde o dia 29 de dezembro de 2013.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *