F1: Badoer descarta Schumi e só para quando Massa voltar

A imprensa italiana especulou muito nos últimos dias que o cancelamento do retorno de Michael Schumacher às pistas seria apenas um ‘até logo’ tendo em vista o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1. A versão, porém, é veementemente negada por Luca Badoer, que garante: só perderá a vaga de piloto da Ferrari quando Felipe Massa estiver recuperado.

Na terça-feira da semana passada, Schumacher revelou que não poderia cumprir o acordo com a Ferrari e substituir Massa por causa de uma lesão no pescoço, decorrente de um acidente de moto ocorrido em fevereiro passado. No dia seguinte, o alemão concedeu uma entrevista coletiva confusa, na qual não soube responder se poderia se recuperar, com mais tempo, para alguma das outras sete etapas restantes na temporada, em especial aquela de Monza, em 13 de setembro.

Se o heptacampeão mundial se recusou a falar sobre o futuro imediato da escuderia, Badoer o fez nesta quinta, garantindo ao diário La Stampa que é o piloto oficial pelo menos por enquanto. “Eu vou parar quando Massa estiver em uma posição de voltar, e nesse momento eu ficarei muito feliz por ele. Mas até lá a Ferrari é minha e de ninguém mais”, disse o homem que normalmente é o testador da equipe.

Descartando, assim, Schumacher ou qualquer outro nome para eventualmente tomar sua vaga de substituto, o italiano ressaltou ainda que o brasileiro não tem mesmo data para retornar. “Não há um prazo”. No último fim de semana, o atual vice-campeão da Fórmula 1 já adiantara essa informação, mas admitiu a vontade de voltar no Grande Prêmio do Brasil, em 18 de outubro.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *