F1: Bahrein minimiza incidente com Force India e confirma segurança

Os organizadores do GP do Bahrein de Fórmula 1 minimizaram o incidente que membros da equipe Force India presenciaram nesta quinta-feira e confirmaram mais uma vez a segurança de todos os envolvidos na prova.

Funcionários do time ficaram presos em uma zona de conflitos entre manifestantes e a polícia local e viram conquetéis molotov caírem perto do carro em que estavam.
“O Circuito Internacional do Bahrein gostaria de reiterar sua confiança nas autoridades locais e suas condições de lidar com incidentes isolados como este e pode confirmar que todas as precauções usuais estão sendo tomadas ao redor do autódromo para garantir que o nível de segurança seja mantido”, afirmou a organização por meio de um comunicado.
A imprensa britânica relata que dois funcionários da Force India pediram para deixar o Bahrein após o incidente da manhã desta quinta-feira, mas a informação não confirmada pela escuderia que tem o alemão Nico Hulkenberg e o escocês Paul di Resta como pilotos titulares.
Hulkenberg afirmou se sentir seguro no país, mas reclamou de os membros das equipes da Fórmula 1 terem que se preocupar com sua segurança durante a estadia no Bahrein.
“Obviamente não é certo que esse tipo de coisa aconteça. Estamos aqui para correr. A F1 é um negócio de entretenimento e acontecimentos como esse não deveriam acontecer conosco”, avaliou o alemão. “Não sei realmente se os protestos estão certos ou errados. É difícil dizer. Não sou um político, sou piloto, mas isso não deveria estar acontecendo”, completou.
Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *