F1: Barrichello lamenta safety car que arruinou estratégia de prova

O Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 mais uma vez foi complicado para o brasileiro Rubens Barrichello. Após um início promissor de prova, sua estratégia acabou arruinada quando o safety car entrou na pista, após um toque entre o britânico Lewis Hamilton e o brasileiro Felipe Massa, na 25ª volta.

“Parecia que tudo estava a nosso favor no começo da corrida, mas aí o safety car entrou e foi ruim para nós. Aproximou o pelotão e nos deixou sofrendo com os pneus errados no fim da corrida. Fiquei muito lento”, explicou Barrichello, o 17º colocado em Suzuka, na madrugada neste domingo.

Além de ter sua estratégia arruinada, Barrichello viu o venezuelano Pastor Maldonado, seu companheiro de equipe, terminar em 14º. É a quarta corrida consecutiva que o jovem piloto da Williams termina na frente do brasileiro, competidor mais experiente do grid.

Apesar de ter ido melhor do que Rubinho, Maldonado lamentou não ter conseguido brigar por pontos no GP do Japão e culpou os pneus médios pelo ocorrido.

“Nosso ritmo perto do fim era rápido, acho até que o melhor de todo o fim de semana, mas era tarde demais. Já tínhamos perdido a chance de um final melhor com as primeiras voltas. Fiz o máximo que pude, mas não foi o suficiente”, disse o venezuelano.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *