F1: Berger quer permanecer na Toro Rosso

Apesar da confirmação dada pelo dono da equipe, Dietrich Mateschitz, que a Toro Rosso será posta à venda antes da temporada de 2010, o ex-piloto Gerhard Berger afirmou hoje que gostaria de continuar ligado à escuderia. Dono de 50% das ações da equipe, ele afirmou compreender a posição de Mateschitz, que também é dono da Red Bull, mas informou que não pretende se desfazer de sua parte.

“Para mim, não é uma questão de fazer ou não dinheiro. Minha paixão é o automobilismo. Eu quero ficar na Fórmula 1 com a equipe”, disse. O desejo de continuar na categoria, porém, não é livre de condições.


Berger acrescentou que sua intenção é seguir com a escuderia contanto que possa contribuir para o desenvolvimento do grupo. “Se eu não perceber que podemos andar para frente, isto não será possível. Você precisa ter um parceiro forte para isto.”


Segundo ele, a decisão de Mateschitz não o incomoda. “Não me sinto mal sobre isso. Eu o entendo completamente. Vou apoiar o que ele quiser fazer, mas obviamente a prioridade é não prejudicar a equipe e dar ao time um futuro digno”, concluiu.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *