F1: Bicampeão elogia nível dos pilotos da F1: “melhor que já teve”


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

2017 foi o ano da Mercedes na Fórmula 1. Acima de tudo, de Lewis Hamilton, que se sagrou tetracampeão mundial da categoria. Também foi uma temporada de destaque pelo número de pilotos que se mostraram em condições de competir, mesmo com carros fora de nível em relação a escuderia campeã dos construtores.

Quem também viu a categoria automobilística com essas características na última temporada foi o bicampeão Mika Hakkinen. Em seu blog pessoal da Unibet, o ex-piloto elogiou os novos talentos da categoria e não poupou elogios aos dois que lideram os carros da Mercedes no grid de largada.

“O sucesso de Lewis (Hamilton) ao ganhar quatro títulos mundiais é impressionante, e você pode ver que ele manteve a fome viva, e isso é realmente especial”, disse Hakkinen. “Quando ganhei os dois campeonatos mundiais em 1998 e 1999, cheguei em 2000 absolutamente determinado a ganhar um terceiro título, mas não consegui. Depois desse ano, quando senti meus níveis de energia caírem um pouco, não demorou muito para me aposentar”, comentou.

A soberania de Hamilton na temporada, entretanto, não foi tão visível nas pistas. Com carros menos velozes, alguns piloto, até de forma surpreendente, chegaram a disputar provas em tom de igualdade e Hakkinen exaltou o feito de alguns desses jovens talentos

“Hoje, provavelmente, a Fórmula 1 tem o maior nível de pilotos que já se viu. Como já disse antes, Max Verstappen foi o melhor piloto do ano, porque é muito emocionante assisti-lo. Suas duas vitórias na Malásia e no México mostraram que ele e a equipe estão ficando mais fortes. E, com Daniel Ricciardo vencendo em Baku, significa que Ferrari e Mercedes não poderão relaxar”, ressaltou.

“Atrás das três principais equipes, houve muito interesse, particularmente com a nova geração de pilotos. Stoffel Vandoorne, Esteban Ocon e Carlos Sainz Jr são emocionantes de assistir. Quando você considera que os companheiros de equipe deles, Fernando Alonso, Sergio Perez e Nico Hulkenberg, são muito rápidos, você vê que o nível é alto”, pontou Hakkinen.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *