F1: Bourdais é confirmado para segundo ano na Toro Rosso

A convocação de Sebastien Bourdais para os testes da Toro Rosso da semana que vem era mesmo um indício de que o francês deveria ficar com uma das vagas da escuderia. Um dia após ser chamado para pilotar o carro italiano em Jerez de la Frontera, o tetracampeão da Fórmula Indy teve confirmado oficialmente que iniciará sua segunda temporada na elite do automobilismo mundial.

Estreante na Fórmula 1 em 2008, Bourdais não conseguiu acompanhar o ritmo do companheiro de equipe, Sebastian Vettel, e por isso viu sua continuidade na Toro Rosso ser ameaçada, principalmente depois que Takuma Sato surgiu com um forte aporte financeiro para voltar à categoria.

Entretanto, o francês, embora tenha sido superado pelo japonês na maior parte dos ‘vestibulares’ promovidos pela STR no fim do ano passado, acabou levando a melhor nessa disputa.

“Foi um inverno muito longo e difícil”, afirmou Bourdais, que ficou até fevereiro com o futuro indefinido. “Mas agora a espera finalmente acabou, e estou muito animado para começar meu segundo ano na Toro Rosso. Gostatria de agradecer à Red Bull e a Dietrich Mateschitz (dono da empresa de bebidas energéticas) pela oportunidade de continuar no time e poder progredir na comparação com 2008”.

Confirmado no time de Faenza ao lado do debutante suíço Sebastien Buemi, o francês disse mal poder esperar para competir com as novas regras da Fórmula 1, que incluem a introdução do KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética), o retorno dos pneus slick e a diminuição da força de aderência dos carros – o que promete um aumento do número de ultrapassagens durante as corridas.

“Agora posso me focar na preparação para o próximo campeonato. Ele deve ser muito interessante, graças às mudanças no regulamento. Espero também estabelecer um bom relacionamento com Buemi para assegurar o melhor trabalho possível para a equipe e para a Red Bull”.

Chefe da Toro Rosso, Franz Tost acredita que Bourdais possa continuar evoluindo após elevar seu nível no fim da última temporada. “Depois de um ano na STR, esperamos que ele aproveite a experiência que ganhou em 2008. Ele conhece o ambiente da Fórmula 1, as corridas e a escuderia. Além disso, os pneus slick devem se encaixar muito bem com seu estilo”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *