F1: Brawn diz que Button não saiu por Schumi

Dirigente negou que inglês teria deixado vaga para alemão

Ao ser questionado sobre a saída de Jenson Button, de que o inglês teria saído para dar vaga ao alemão Michael Schumacher, Ross Brawn, chefe de equipe da Mercedes, negou e disse que queria manter o atual campeão na equipe.

– Não penso que este seja o caso. Fizemos um grande esforço para tentar achar uma solução e manter Jenson, mas não funcionou. Ele tomou sua decisão de não ficar. Tentamos mantê-lo, mas no final não foi possível.

Brawn disse ainda que só foi falar com mais firmeza com Schumi quando viu que seria difícil manter o inglês.

Sempre fui leal a Jenson, mas quando começou a ficar difícil, comecei a falar com Michael e as coisas evoluíram a partir disso. Nós sempre estivemos muito próximos durante esses anos e vi seu desapontamento quando não pôde pilotar pela Ferrari. Estamos muito felizes agora que Michael fará pare do time – encerrou.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *