F1: Bruno Senna “Essas coisas às vezes acontecem”

GP do Brasil termina prematuramente após toque com o novo tricampeão

Com o 16º lugar praticamente consolidado antes da largada, Bruno Senna não conseguiu concretizar o sonho de se despedir da temporada na zona de pontos do Grande Prêmio do Brasil. Tocado pela Red Bull de Sebastian Vettel, que se tornaria ao final das 71 voltas o mais novo tricampeão da história da Fórmula 1, Bruno rodou, recebeu o impacto da Sauber de Sergio Perez e viu a sua prova se encerrar no final da reta oposta ainda na primeira volta. “Isso é corrida e essas coisas às vezes acontecem”, conformou-se.

Bruno terminou sua primeira temporada completa com 31 pontos e foi o piloto mais regular da Williams ao chegar 10 vezes entre os Top 10. Partindo da 11ª posição do grid, numa corrida que seria marcada pela inconstância das condições climáticas, que obrigou as equipes a diversas trocas de pneus para pista seca e molhada, Bruno não pôde comprovar o potencial revelado pelo FW34 nos treinos classificatórios. “Fiz uma boa largada e estava indo bem quando o Sebastian tentou fazer a tangência e fiquei sem ter por onde sair. Obviamente, ele não me viu”, explicou.

Sempre assediado pelo público ao longo do fim de semana, Bruno lamentou que a temporada tenha se encerrado prematuramente. “Não foi o fim do GP do Brasil que eu desejava. Mas quero agradecer aos torcedores pelo apoio que me deram em todos estes dias.” Os boxes da Williams foram dos mais prestigiados desde a abertura dos treinos. No sábado, o ex-jogador Ronaldo Fenômeno e o craque Lucas, do São Paulo, visitaram Bruno. Neste domingo, os jogadores de vôlei Murilo e Jaqueline também fizeram um pit stop na garagem da equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *