F1: Bruno Senna ouve motor do carro da HRT pela primeira vez

Piloto e equipe estreantes passam nesta quinta-feira por teste obrigatório da FIA.

Para os ouvidos de Bruno Senna, o som do motor Cosworth do carro da HRT F1 Team sendo acionado pela primeira vez soou como a mais linda das melodias. “Foi um alívio ver o carro funcionando, depois de toda a correria dos últimos dias”, comemorou Bruno, que permaneceu a maior parte desta quarta-feira acompanhando os trabalhos dos técnicos na montagem do HRT nos boxes do circuito de Sakhir, no Bahrein.

Bruno não escondeu a alegria com o ritmo imprimido pela equipe. “É a primeira vez que o carro está sendo montado com todos os seus sistemas. Dá para imaginar a canseira que é ajustar a parte hidráulica, passar os cabos… Hoje, o pessoal ficaria até tarde em cima da embreagem e, depois de tudo certo, vamos checar as marchas amanhã”, contou.

No período da tarde, Bruno sentou no cockpit para acertar o posicionamento do banco do carro. Amanhã, ele terá de passar pelo teste obrigatório determinado pela Federação Internacional de Automobilismo. “Tenho de retirar o volante, sair do carro e recolocar o volante em no máximo 10 segundos”, explicou. Além da reunião com pilotos e direção de prova, vai participar das reuniões técnicas preparatórias à abertura dos treinos livres na sexta-feira. “Quero também percorrer o traçado para dar mais uma checada nas condições da pista”, antecipou.

Nesta quinta-feira, Bruno enfim vestirá o macacão da HRT F1 Team, que tem a prata como cor predominante e só lhe foi entregue no início da noite de hoje. Às 10 horas (Brasília), via Internet, o piloto estreante conversará com a imprensa brasileira na apresentação de um novo parceiro que se junta à HRT F1 Team.

Bruno não esconde a ansiedade pelo momento de acelerar o carro. “Estou superconfiante e empolgado. A verdade é que vivi momentos de incerteza nas últimas semanas, mas a mudança no comando da equipe produziu um resultado fantástico. O pessoal comandado pelo diretor-geral Collin Kolles está fazendo um ótimo trabalho.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *