F1: Bruno Senna vê Force India como rival no caminho do Q3

Lotus Renault GP “raspa” no Top 10 e brasileiro fecha sexta-feira em 12º

A Force India deverá ser uma pedra no caminho da Lotus Renault rumo à terceira parte dos treinos classificatórios do Grande Prêmio do Brasil. Nesta sexta-feira, Bruno Senna e seu companheiro Vitaly Petrov ficaram respectivamente em 12º e 11º e foram superados pelo alemão Adrian Sutil e pelo escocês Paul di Resta, que ocuparam as últimas posições na lista dos 10 mais rápidos da sexta-feira em Interlagos. “Será difícil chegar ao Q3. O ritmo da Force India foi muito longe do nosso”, comparou o piloto brasileiro. Sutil abriu sete décimos sobre o russo.

Bruno disse que os ensaios iniciais confirmaram a esperada dificuldade no trecho mais lento do circuito paulistano. “Nos outros setores, nosso carro está rápido. Temos agora de melhorar a estabilidade na entrada das curvas de baixa”, explicou. Segundo ele, os dois carros da equipe entraram na pista com configurações diversas. “Tanto eu quanto o Vitaly estamos experimentando algumas soluções do carro do ano que vem, diferentes entre si”, explicou.

Pela manhã, Bruno voltou a enfrentar dificuldades com o sistema de recuperação de energia cinética – KERS -, mas não da mesma natureza das provas anteriores. “Não tive problemas com a ativação, mas nas freadas que bloqueavam a traseira. Perdi boa parte da primeira sessão nos boxes enquanto a equipe buscava uma solução. Melhorou, mas ainda temos de trabalhar mais.”

Depois de avaliar os compostos que a Pirelli trouxe para o Brasil, Bruno disse que o desgaste, acentuado pelo forte calor que levou a temperatura do asfalto a superar os 50 graus, parece acima do esperado. “A corrida deverá ter um número elevado de paradas para troca de pneus”, antecipou. A meteorologia, no entanto, prevê a mudança de tempo para o restante do fim de semana, com chances maiores de chuva no domingo. Perguntado sobre se as informações coletadas hoje teriam alguma serventia em caso de pista molhada, Bruno manteve o bom-humor com o qual recebeu os resultados gerais da sexta-feira. “Aí só vamos descobrir na hora.”

Pela manhã, os boxes da Lotus Renault GP ficaram ainda mais agitados com a visita de personalidades do mundo esportivo e artístico. Bruno recebeu o meia santista Paulo Henrique Ganso, com quem chegou a trocar alguns passes, e as cantoras Macy Gray e Jessy J, que se apresentaram sexta-feira no Via Funchal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *