F1: Castigados por Mônaco, reservas são mais rápidos da quinta

As ruas estreitas de Mônaco não perdoaram os pilotos, especialmente os de testes, durante os primeiros treinos livres para o Grande Prêmio deste domingo, sétima etapa da temporada da Fórmula 1. Anthony Davidson, da Honda, e Robert Kubica, da BMW, causaram duas bandeiras vermelhas após acertarem o muro de proteção, danificando seus carros. Davidson, apesar disso, conseguiu registrar o segundo melhor tempo do dia, ficando atrás apenas de Alexander Wurz, da Williams.

Mantendo a ordem dos treinos de sexta-feira, que em Mônaco são antecipados para a quinta-feira, os dois pilotos mais velozes são reservas. Um titular, no entanto, conseguiu se infiltrar entre os três primeiros, Juan Pablo Montoya, da McLaren, com o tempo de 1:16.138. O colombiano, no entanto, não conseguiu chegar perto da marca de Wurz, o único a alcançar a casa de 1:15, com 1:15.907.

Fernando Alonso, da Renault, foi o quarto mais veloz do dia. O atual campeão da categoria conseguiu melhorar seu tempo três vezes durante as duas sessões desta quinta-feira, chegando a 1:16.221. Seu companheiro, Giancarlo Fisichella, foi o sétimo, com 1:16.721.

Quem também fez um bom trabalho foi Kimi Raikkonen, da McLaren. O finlandês, que neste domingo pode quebrar um tabu e se tornar o primeiro piloto desde 95 a conquistar duas vitórias seguidas em Mônaco, foi o sexto, com 1:16.707.

Na primeira sessão do dia, Raikkonen teve que parar na pista porque seu carro começou a pegar fogo. Ele conseguiu apagar o incêndio, livrando o motor de danos. Com isso, poderá manter a mesma unidade de propulsor, sem ser obrigado a perder dez posições no grid, o que nas ruas do principado pode ser considerado fim da esperança de vitória.

Os brasileiros não foram bem e ficaram atrás de seus companheiros de equipe. Felipe Massa, da Ferrari, foi o 11º do dia, com 1:17.251, com Michael Schumacher uma posição acima, com 1:16.973.

Já Rubens Barrichello, da Honda, foi somente o 14º, com 1:17.456, enquanto Jenson Button aparece em nono, com 1:16.903. Neste fim de semana, Barrichello corre com um capacete igual ao de seu amigo Tony Kanaan, piloto da IRL, que disputa no domingo as 500 Milhas de Indianápolis.

A Fórmula 1 faz uma pausa nesta sexta-feira, e volta a treinar apenas no sábado, quando realiza um treino livre das 6h às 7h (de Brasília) e a classificação às 9h. O GP de Mônaco acontece no domingo, também às 9h.

Confira os tempos combinados do primeiro dia de treinos livres em Mônaco:
1.) Alexander Wurz – Williams/Cosworth, 1min15s907
2.) Anthony Davidson – Honda, 1min16s075
3.) Juan Pablo Montoya – McLaren/Mercedes, 1min16s138
4.) Fernando Alonso – Renault, 1min16s221
5.) Robert Doornbos – Red Bull/Ferrari, 1min16s292
6.) Kimi Räikkönen – McLaren/Mercedes, 1min16s707
7.) Giancarlo Fisichella – Renault, 1min16s721
8.) David Coulthard – Red Bull/Ferrari, 1min16s870
9.) Jenson Button – Honda, 1min16s903
10.) Michael Schumacher – Ferrari, 1min16s973
11.) Felipe Massa – Ferrari, 1min17s251
12.) Jarno Trulli – Toyota, 1min17s325
13.) Tiago Monteiro – Midland/Toyota, 1min17s439
14.) Rubens Barrichello – Honda, 1min17s456
15.) Giorgio Mondini – Midland/Toyota, 1min17s497
16.) Vitantonio Liuzzi – Toro Rosso/Cosworth, 1min17s638
17.) Mark Webber – Williams/Cosworth, 1min17s744
18.) Ralf Schumacher – Toyota, 1min17s793
19.) Nico Rosberg – Williams/Cosworth, 1min17s845
20.) Robert Kubica – BMW Sauber, 1min17s869
21.) Jacques Villeneuve – BMW Sauber, 1min17s874
22.) Christian Klien – Red Bull/Ferrari, 1min18s123
23.) Nick Heidfeld – BMW Sauber, 1min18s257
24.) Scott Speed – Toro Rosso/Cosworth, 1min18s420
25.) Christijan Alberts – Midland/Toyota, 1min18s430
26.) Franck Montagny – Super Aguri/Honda, 1min18s731
27.) Neel Jani – Toro Rosso/Cosworth, 1min19s445
28.) Takuma Sato – Super Aguri/Honda, 1min19s803

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *