F1: Categoria deve mudar sistema de pontos já em 2009

A exatos 24 dias do início da temporada 2009 da Fórmula 1, a associação de times da categoria (FOTA) se reuniu para propor uma mudança no sistema de pontuação com efeito imediato. Em resposta às medalhas propostas por Bernie Ecclestone, a entidade resolveu ser mais cautelosa, mas deu um jeito de valorizar as vitórias, que passarão a valer 12 pontos em vez dos tradicionais dez, distribuídos desde 1991 na categoria.

De acordo com o novo acordo fechado por unanimidade pela FOTA, a partir de 29 de março deste ano, quando os carros voltarão à pista para o Grande Prêmio da Austrália, o vencedor de cada prova ganhará 12 pontos e o vice nove, aumentando a diferença que passara a ser de apenas dois tentos a partir de 2003 – à época, tal medida havia sido tomada muito em função do domínio imposto por Michael Schumacher.

O sistema, que ainda precisa ser aprovado no próximo encontro do Conselho Mundial da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em 17 de março para entrar em vigor, dará também sete pontos para o terceiro colocado, sendo que a sequência 5-4-3-2-1 será mantida para os ocupantes do quarto ao oitavo lugares.

Se a nova alteração na regra for ratificada, seria acatado apenas em parte o desejo de Ecclestone, que defendia medalhas de ouro, prata e bronze para fazer os pilotos arriscarem mais rumo ao triunfo.

“O público quer um maior reconhecimento para os ganhadores de provas, e nossa proposta oferece recompensas para eles”, argumentou o chefe de equipe da McLaren, Martin Whitmarsh. “Veremos agora se a FIA apoia o nosso referendo”.

Embora a proposta da FOTA ainda precise ser aprovada oficialmente – , o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, mostrou-se eufórico com a reunião ocorrida nesta quinta-feira em Genebra.

“Este momento não há precedentes na história da F-1: pela primeira vez todas as equipes estão reunidas e compactas”, afirmou o italiano. “Tínhamos decidido cortar os custos já neste ano. Continuaremos a lutar entre nós na pista, mas fora das corridas seremos unidos por um único e ambicioso objetivo, que é garantir um futuro melhor para o nosso esporte”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *