F1: Categoria pode mudar para a Record

A Rede Record continua investindo pesado para se consolidar no mercado esportivo nacional. Depois de vencer a batalha contra a Globo pelos direitos dos Jogos Olímpicos de 2012, a emissora pode tirar a Fórmula 1 do canal carioca, segundo nota publicada na coluna “Radar”, da revista Veja desta semana.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, que assina a coluna, a direção da Record já teria iniciado uma aproximação com Bernie Ecclestone, dono da empresa que gerencia o esporte, mas sem fazer nenhuma proposta oficial. O chefão da Fórmula 1, no entanto, teria se mostrado favorável à mudança.

A revista diz ainda que a Globo deve faturar em 2007 cerca de R$ 215 milhões com as transmissões da principal categoria do automobilismo mundial. A emissora disponibilizou cinco cotas de R$ 43 milhões no mercado, todas já comercializadas.

A guerra particular da Record contra a Globo começou após o fim da parceria entre as duas emissoras. Até 2006, ambas dividiam as transmissões dos principais campeonatos de futebol do país. A partir dai, a Record passou a mostrar interesse em adquirir com exclusividade os direitos de diversas competições. A primeira disputa foi em torno das duas próximas Copas do Mundo, que continuarão a ser exibidas pela Globo.

Paralelamente, os dois canais travaram uma disputa pelos direitos de transmissão do Campeonato Paulista. A Record ofereceu um valor três vezes maior ao pago, até então pela Globo. Depois de muita pressão, a emissora carioca subiu sua proposta e seguirá com o torneio.

Na última semana, a coluna Painel FC, do jornal “Folha de S.Paulo”, informou que o canal deve oferecer R$ 45 milhões por ano para adquirir os direitos do Campeonato Carioca do próximo ano. E não pára por aí: o Campeonato Mineiro também será um dos alvos da emissora, que fará uma oferta de R$ 25 milhões aos clubes para exibir a competição.

A Record ainda detém os direitos de transmissão da Liga dos Campeões e também dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, marcados para julho.

Fonte: Máquina do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *