F1: Chefe da Red Bull afirma não ter pressa para usar dutos de ar

Equipe mais rápida em todos os treinos para as provas da temporada, a Red Bull sofre com a consistência do carro, já que pelos menos um dos dois pilotos teve problemas durante as corridas. Apesar disso, a direção da equipe afirmou não ter pressa para passar a utilizar o sistema de dutos de ventilação, que daria maior velocidade aos carros.

O chefe da escuderia britânica, Christian Horner, comentou que o sistema, que gerou polêmica junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA), só deverá ser implementado se trouxer uma melhora muito grande na velocidade do carro. Assim, os dutos devem ser colocados no GP da Turquia, refutando a ideia de colocar já na próxima prova, na Espanha, dentro de três semanas.
“Vamos esperar para ver o que acontece”, afirmou Horner, em entrevista à revista britânica Autosport. “Como todos os componentes, nós só iremos introduzi-lo no carro se tivermos algum benefício. Os engenheiros estão trabalhando nisso, mas não iremos correr com o processo que ainda está em desenvolvimento”, explicou o chefe da Red Bull.
O sistema gerou polêmica com a McLaren, que duvidou publicamente da legalidade do sistema utilizado pelos carros de Sebastian Vettel e Mark Webber, cujos engenheiros teriam realizado alterações no monoposto entre o treino classificatório e a prova, algo não permitido pela FIA.
A entidade apresentou a seguir uma nota em que esclarecia a questão, fazendo com que tanto a Red Bull como a McLaren, que ameaçou fazer uso de um sistema similar, tivessem que se enquadrar nas regras determinadas por eles.
Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *