F1: Como titular ou reserva, Lotus garante piloto malaio em 2010

Escuderia cujo retorno à Fórmula 1 está sendo bancado pelo grupo Próton, um consórcio entre empresários e o governo da Malásia, a Lotus a princípio havia negado que existisse pressão para promover a estreia de um piloto do país na categoria. Porém, o diretor-técnico da equipe, Mike Gascoyne, voltou atrás na decisão e adiantou que um malaio, provavelmente Fairuz Fauzy, terá uma vaga pelo menos como reserva em 2010.

“Tenho certeza de que teremos um malaio guiando nosso carro em um certo momento do ano que vem em testes, mas lhe daremos um assento? Temos de esperar para ver”, afirmou, misterioso, Gascoyne. Com essa declaração, ele desmentiu o chefe do time e presidente da Próton, Tony Fernandes, que em setembro garantiu que a contratação de um automobilista da nação asiática não era obrigatória.

Dirigente da Force India até 2008, Gascoyne ressaltou ainda que, embora a fábrica da equipe seja sediada em Norfolk, no Reino Unido, ela pretende ter uma relação muito grande com a Malásia exatamente por causa dos empresários que compraram os direitos sobre o nome Lotus. “Se olharmos para a Force India, é simplesmente a antiga Jordan com dinheiro indiano, um piloto italiano e o outro alemão”, cravou o britânico, garantindo que, ao contrário do que acontece em Oxfordshire, contratará funcionários malaios.

Para formar esse quorum asiático, deve-se ainda contratar ao menos um piloto da Malásia, e a alternativa para cumprir esse objetivo é Fairuz Fauzy. Nascido em Kuala Lumpur, ele tem 26 anos e é atualmente o quinto colocado da World Series da Renault, categoria já vencida por Robert Kubica e Heikki Kovalainen. “Fauzy está na nossa lista”, confirmou Tony Fernandes, em relação ao corredor que concorrerá por uma vaga na Fórmula 1 com nomes mais experientes. “Sendo um novo time, não sabemos onde estamos e gostaríamos de ter pilotos experientes”, emendou Gascoyne.

Caso a maior bagagem pese contra Fauzy, ele seria ao menos o testador oficial da Lotus, que segundo especulações está negociando com Jarno Trulli – aos 35 anos, o italiano dificilmente permanecerá na Toyota. A dupla titular da escuderia será anunciada em novembro, conforme assegurou Fernandes.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *