F1: Consórcio liderado por pai de Lance Stroll adquire Force India

Os administradores da Force India bateram o martelo e aceitaram uma proposta de um consórcio ligado ao bilionário canadense Lawrence Stroll, pai do piloto Lance Stroll, para comprar a equipe. Há quase três semanas, o time havia sido colocado em administração judicial depois que o piloto mexicano Sergio Perez entrou na justiça para cobrar salários atrasados.

Nos últimos dias, o consórcio manteve conversas com o chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer, que auxiliou o grupo a formatar os termos da compra. Foi lavrado então um acordo com os administradores para devolver a equipe à solvência.

Os investidores ligados a Lawrence Stroll são o empresário canadense Andre Desmarais, o executivo da Monaco Sports and Management Jonathan Dudman, o líder de negócios de moda John Idol, o investidor de telecomunicações John McCaw Jr, o especialista em finanças Michael de Picciotto e o empresário Silas Chou.

Com o acordo, todos os credores da Force India, incluindo Sergio Perez, a fabricante de motores Mercedes, e outros fornecedores da equipe serão pagos, e os 405 funcionários terão seus empregos salvos.

A Force India surgiu em 2008, quando Vijay Mallya adquiriu a Spyker, e rapidamente o time se consolidou pela organização no corpo técnico. Em 2009, a equipe fez a pole esteve perto de vencer o GP da Bélgica com Giancarlo Fisichella. Aos poucos, o time se estabeleceu como um dos mais fortes do meio do pelotão, evoluindo ano a ano até terminar as últimas duas temporadas em quarto, à frente de tradicionais equipes como Williams e McLaren.

Na temporada deste ano, Perez é o décimo colocado na classificação geral, com 30 pontos, o mesmo do que o espanhol Carlos Sainz, da Renault, enquanto Esteban Ocon é o 12º, com 29. A permanência deles na equipe é incerta, já que Lance Stroll deve acabar pegando uma das vagas.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *