F1: Coreia do Sul espera formalizar novo contrato com Fórmula 1

Os organizadores do Grande Prêmio da Coreia do Sul esperam formalizar um novo contrato com a Fórmula 1 em breve, o que proporcionaria uma economia de 15,5 milhões de euros. De acordo com um funcionário do governo da província que abriga a corrida, as negociações com a FOM (Formula One Management) já foram completadas.

“O novo contrato nos ajudará a reduzir nosso déficit e permanecer como sede da corrida de uma maneira mais estável”, explicou o governo local, que assegura a disposição da FOM em reduzir suas tarifas, algo que ainda não foi oficialmente confirmado. A Coreia do Sul tem contrato até 2016, com opção de renovação por mais cinco anos.

Depois da segunda edição do Grande Prêmio da Coreia, em outubro do ano passado, os organizadores da prova chegaram a ameaçar abandonar a Fórmula 1 devido ao prejuízo financeiro, mas Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da categoria, descartou qualquer possibilidade de renegociar o acordo na época.

De acordo com informação do jornal Korea Herald, em 2011 os gastos com o Grande Prêmio da Coreia foram de 60 milhões de euros para apenas 17,5 milhões de ingressos. O prejuízo estimado para a edição de 2012 do evento seria da ordem de 20 milhões de euros.

Os altos custos envolvidos com a Fórmula 1 abriram um debate nos países asiáticos que sediam etapas do Mundial. Desta forma, eles se unem aos europeus. Bernie Ecclestone, por sua vez, defende que haja alternância entre os circuitos, como na Alemanha (Hockenheim/Nurburgring) e na Espanha (Barcelona/Valência).

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *