F1: Coulthard: Ausência de Webber não atrasa Red Bull

Escocês não descarta testar às vezes, mas reconhece que terá menos chances.

David Coulthard não acredita em um atraso da Red Bull por Mark Webber estar afastado das pistas por problemas físicos.

O australiano foi acertado por um carro durante participação em uma corrida de aventura da qual é promotor na Tasmânia. Webber estava de bicicleta no momento do acidente que causou a quebra de ossos de sua perna direita, onde foi colocado um pino.

Webber perderá a maior parte da pré-temporada, mas deverá voltar a tempo de fazer alguns testes com o novo carro da Red Bull antes do GP da Austrália, o primeiro de 2009.

Como a equipe não pretende ter o pacote completo do próximo ano até fevereiro, o agora consultor disse: “Ele não entrará no carro até fevereiro de qualquer forma; em janeiro, andaremos com alguns itens, mas não teremos o KERS ou o pacote aerodinâmico final. E, se for necessário, posso fazer alguns testes”.

Para Coulthard, Webber não ficará desconfortável no cockpit. “Acho que ele ficará bem. Se tivesse sido a perna esquerda, na qual você precisa realmente de força para frear, estaria mais preocupado, mas a perna direita não é uma grande preocupação”, afirmou ao site da ITV.

O escocês, agora aposentado das corridas da Fórmula 1, não descartou a idéia de testar ocasionalmente, embora reconheça que, com a proibição de testes durante a temporada, será muito mais difícil ter uma chance. Apesar disso, dará seqüência aos treinos físicos.

Em Jerez, na Espanha, nesta semana, testaram pela Red Bull Sebastian Vettel, companheiro de Webber, Sébastien Buemi, provável titular da Toro Rosso, e Brendon Hartley, jovem piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *