F1: De fora, Prodrive e Lola se decepcionam, mas esperam reviravolta

Conforme o previsto, das nove novas candidatas a participar da Fórmula 1, apenas três puderam ser escolhidas pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para 2010, na lista de inscrições divulgada nesta sexta-feira. Duas das escuderias descartadas, Prodrive e Lola obviamente se decepcionaram, porém ainda seguem com chances de participar do campeonato.

Toda a esperança de Prodrive e Lola se baseia na confusão entre a Fota (associação de times da F-1) e a FIA, que não conseguem chegar a um acordo acerca das regras para 2010. Assim, cinco das 13 escuderias garantidas na próxima edição da competição ainda podem voltar atrás – são elas Brawn GP, McLaren, BMW, Toyota e Renault, que têm uma semana para aparar arestas com Max Mosley ou dizer adeus à categoria.

Por causa dessa situação, a fabricante de carros esportivos com sucesso no Mundial de Rali (WRC) e o time que já disputou 15 temporadas da Fórmula 1 ainda podem aparecer na elite do automobilismo dentro de poucos meses.

Ex-diretor de Benneton e BAR, David Richards é atualmente o dono da Prodrive e deu declarações nesse sentido. “Naturalmente estamos desapontadas com a decisão, já que consideramos ter os recursos e o acerto para sermos competitivos. Mas vamos esperar para ver como as coisas se desenvolvem até 19 de junho”, afirmou, em referência à data do prazo final para os times discidentes darem sua posição. “Permanecemos preparados e prontos para implementar nossos planos se as circustâncias permitirem. Como já vimos antes, as coisas mudam muito rapidamente na F-1”.

Por meio de um comunidade oficial, a Lola se pronunciou de maneira parecida à de Richards. “Não estamos listados como um participante, contudo continuaremos em discussões com a FIA até o deadline da próxima semana”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *