F1: Ferrari, RBR e STR desmentem lista. Restrições ainda existem

Entre as 13 equipes anunciadas pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para o Mundial 2010 da Fórmula 1, apenas cinco tiveram consideradas suas inscrições como duvidosas. Também integrantes da Fota (associação de times da categoria), Ferrari, Red Bull e Toro Rosso ficaram descontentes pelo tratamento distinto, garantindo que só seguirão no campeonato se o regulamento for alterado.

Segundo a FIA, a Ferrari e os dois times da Red Bull não podem abandonar a Fórmula 1 apesar de discordarem do teto orçamentário opcional proposto por Max Mosley porque já assinaram contratos de longo prazo com a entidade e também com a FOM (empresa de Bernie Ecclestone que controla os direitos comerciais da modalidade). Assim, foram dadas como certas na próxima temporada, diferentemente de McLaren, Brawn GP, Renault, BMW e Toyota, que têm uma semana para resolver as pendências quanto às normas.

Apesar dos vínculos legais que as ligam à elite dos esportes a motor, as três equipes asseguram que a posição defendida não mudou. Assim, só disputarão o evento do ano que vem caso as regras mudem. A Ferrari, por exemplo, alega que o teto orçamentário viola os direitos garantidos à escuderia no ato do acordo inicial realizado com a FIA. “Desejamos reafirmar que em 29 de março apresentou uma inscrição sujeita a determinadas condições, que ainda não foram cumpridas”.

Falando também pelos parceiros da Toro Rosso, a Red Bull confirmou ter a mesma posição de McLaren, Brawn GP, Renault, BMW e Toyota, ainda que oficialmente tenha deixado de fazer parte desse grupo. “Gostaríamos de deixar claro que nossa inscrição é condicional e consistente com a de todos os outros membros da Fota. Permanecemos compromissados a ela e a seus princípios”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *