F1: De la Rosa admite deixar a F-1 em 2007

O espanhol Pedro de la Rosa afirmou nesta quarta-feira que o próximo ano será o seu limite para retornar ao grid da Fórmula 1. O piloto, 34 anos, é reserva da McLaren desde 2003 após ter sido dispensado pela equipe Jaguar.

De la Rosa, que também correu pela Arros, admitiu que esse será o seu último ano como piloto de testes. Caso não consiga uma vaga como titular, ele irá abandonar a categoria.

“Se até 2007, eu não conseguir um bom lugar na Fórmula 1, então será o momento de ir embora. Houve contatos com outras equipes, mas nada aconteceu. É por isso que fiquei na McLaren”, comentou o espanhol, em entrevista à Europa Press.

Uma das alternativas de De la Rosa seria se transferir para o automobilismo norte-americano. “A ChampCar é uma categoria em que os carros são os mesmos e o piloto vale mais”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *